Dicas de viagem

Meus 5 piores perrengues de viagens (e como evitá-los)

Fala viajantes! Dessa vez, eu vim compartilhar com vocês as minhas ideias geniais (só que não) que se tornaram grandes perrengues. Hoje eu fico aqui escrevendo e rindo de todas essas situações, mas confesso, que na hora não teve nada de engraçado. Por isso, além de contar 5 perrengues de viagens que eu já enfrentei, eu também vou contar para vocês como evitá-los. Então vamos começar a rir do perrengue alheio? rs

1. Sem dinheiro na Colômbia

Uma das coisas que mais me lembro da minha viagem para a Colômbia foi do dia que resolvi ir para o Parque Tayrona com o dinheiro contado. Na correria dos aeroportos e por ser um lugar super turístico, eu acreditei que iria encontrar uma casa de câmbio à cada esquina e que o dinheiro que eu tinha era suficiente. Afinal, se tudo desse errado, eu passaria o cartão.

Mas na vida real, não foi bem isso que aconteceu. Os passeios eram ligeiramente caros e quase ninguém aceitava cartão, incluindo a pousadinha que eu me hospedei. Fiquei 2 dias por lá e me vi voltando para Cartagena com dinheiro para comer apenas um pacotinho de biscoito que vinha com 4 unidades.

Para fechar com chave de ouro a minha ida até Cartagena (onde eu estaria salva), eu peguei um engarrafamento de 6 horas e nenhuma das paradas da estrada aceitavam cartão. Foi isso mesmo que aconteceu, eu fiquei à base dos biscoitinhos! rsrs

Como evitar

Sempre pesquise em blogs sobre caixas eletrônicos e a realidade local. Saber os preços das coisas antes de chegar no seu destino é essencial para o planejamento financeiro da sua viagem. E, digo mais, se você não estiver seguro que valor que tem em mãos será o suficiente, troque dinheiro nos aeroportos. Mesmo com a cotação desfavorável, mas vale perder uns trocados, do que passar perrengue durante a viagem!

2. Acampando na chuva

Era uma vez, duas amigas de 22 anos que inventaram que iam viajar para Ilha Grande para curtir o feriadão. Uma das amigas nunca tinha acampado (eu) e chegou até a reservar um hostel. A outra amiga levou barraca e alguns itens que ela julgava serem essenciais para acampar (Lary). rsrs

Como eu sou esperta e minha voz interior estava gritando, eu consegui convencer a Lary e dormir comigo no hostel e esquecer a ideia do camping. Entretanto, os dias foram tão legais em Ilha Grande que nós decidimos ficar mais um diazinho e eu cedi à pressão e fui acampar com a minha amiga.

Como a gente não tinha colchão e nem roupa de cama, resolvemos alugar o colchonete de espuma que o camping oferecia e íamos nos cobrir com cangas de praia. Até aí tudo bem, o que a gente não esperava era a chuva que caiu durante a noite e, como nossa barraca não era impermeável, todas as nossas coisas ficaram boiando e tivemos que roubar a corda do varal de roupas para manter a barraca em pé durante a noite. Foi um dos dias que mais passei frio na vida e confesso que vivi um verdadeiro pesadelo durante a noite!

Como evitar

Se você quer acampar, a primeira coisa é estar preparado. Pense na proteção da sua barraca (uma lona) e use colchões de ar que são mais altos e evitam esse tipo de coisa que aconteceu comigo.

3. Ano novo com 50 pessoas no quarto

Essa foi uma verdadeira virada de ano inesquecível! Em 2012, eu morava em Portugal e juntei vários amigos para passar ano novo em Praga. Pesquisamos bastante e eu, como sempre, encontrei o preço de hospedagem mais em conta e com uma excelente localização! Era um sonho, nem eu acreditava no que eu tinha encontrado em pleno ano novo.

Eu vi na descrição que o quarto eram para muitas pessoas, mas não me atentei ao fato que estávamos falando de um quarto para 50 PESSOAS. Sim, imagina no ano novo todas essas pessoas loucas e jovens voltando para casa depois de muitos litros de vodka e comemoração.

A pior parte foi o banheiro com box de vidro transparente! Foi ótimo que a porta do banheiro feminino vivia aberta e para tomar banho precisamos de uma força tarefa de meninas segurando a porta e bloqueando a passagem (literalmente).

Como evitar

Primeiramente, procure as fotos dos lugares que você pretende se hospedar, antes de sair sendo seduzido pelo preço. Dessa vez, eu aprendi que o barato pode sim sair caro! A minha dica é simples: utilize sites como o Hotéis.com que oferecem milhões de filtros, fotos e avaliações de outros hóspedes sobre as propriedades.

Buscando direitinho, você consegue encontrar hospedagens com um preço incrível e, sem falar, que quem faz parte do programa de fidelidade do Hotéis.com, a cada 10 reservas feitas pelo site ganha 1 uma de graça. Isso sim é uma forma inteligente de economizar!

4. Perdendo a hora do transfer

Atire a primeira pedra quem nunca perdeu a hora!!! Esse é um erro clássico, principalmente, para quem compra passagens aéreas cedo como eu fiz em Paris. Os aeroportos são muito distantes um do outro e do centro de Paris também. Por isso, quando você compra o ônibus para te levar até o aeroporto, você precisa informar o horário do seu voo e então só é permitido embarcar no horário previsto por eles.

E, como eu amo dormir, adivinha quem perdeu o ônibus e ficou na rua da amargura? Euzinha! Acho que foram um dos 10 minutos mais desesperadores da minha vida. Isso porque o prejuízo seria em EURO. O táxi era muito caro e eu não teria condições de pagar sozinha a corrida (e ainda era de madrugada).

Mas desse perrengue eu consegui me livrar de um jeito milagroso. Exista mais um voo cerca de 20 minutos depois do meu e tinha um ônibus com alguns lugares vazios que eu vi que poderia pegar. Eu chorei e implorei para o fiscal. Usei todo o meu “jeitinho brasileiro” e ele me deixou embarcar. Para a minha sorte, eu consegui chegar a tempo do meu voo e tudo deu certo.

Como evitar

Se você tiver que acordar muito cedo, confira mil a distância entre o seu hotel e o local onde você deverá estar. Programe seu alarme para tocar, no mínimo, três vezes e se for de madrugada agende um táxi ou um uber para não ter que contar com a sorte igual a mim.

5. Peguei o trem errado e mudei de país

Esse perrengue eu conto, mas nem eu acredito!!! Vamos lá. Eu estava em Bruxelas e decidi ir até Leuven para visitar uma amiga. Estava bem frio e a fome veio com tudo. Eu daria tudo por um biscoito com chocolate quente. E, foi isso que eu fiz, saí procurando umas guloseimas pra passar o tempo!

Depois de comprar tudo, olhei bem rapidamente para o painel para ver a plataforma do meu trem e continuei comendo, eu estava MUITO FELIZ até o momento que a porta fechou, o trem saiu e eu olhei para o letreiro que dizia: Rotterdam (que até então eu nem sabia que era outro país).

Para piorar, o fiscal apareceu do nada pedindo os tickets e eu comecei a suar frio, tentando explicar que peguei o trem errado (para não ter que pagar a multa) e que ia descer na próxima estação para poder voltar para Bruxelas. Aí que veio a bomba: “Senhora, esse é um trem de velocidade. Ele só faz parada em Rotterdam. Inclusive, para voltar para Bruxelas só existe um trem que sai 2 minutos após a chegada desse, então você terá que correr”.

Eu nunca corri tanto na minha vida. Quase chorei na frente do fiscal e ele não só me ajudou, como deixou eu voltar no trem de graça sem ter que pagar nada a mais por isso!

Como evitar

Confira o seu bilhete e não fiquem cegos por um chocolate quente e um biscoito. A multa para quem pega trens na ilegalidade é enorme. Eu dei muita sorte, mas foi um super risco para o meu bolso. O ideal é você verificar mais de uma vez a plataforma, se for em outro idioma e você tiver dúvidas, pergunte a pessoas que trabalham nas estações. Elas irão te ajudar!

Ainda sobre perrengues

Vocês já viram a websérie “Viajei” do Hoteis.com sobre perrengues em viagens? Tá super divertido! Eu ameeei esse episódio que o Fábio Rabin mostra o famoso perrengue que é fazer compras pra família tooooda em Miami. Aperta o play que apooosto que vocês já passaram por isso! rsrs

E vocês? Qual foi o perrengue mais louco que você já teve que encarar viajando? Conta aqui nos comentários. Tô louca pra aprender um pouquinho com vocês também!

Este conteúdo foi divertidamente apoiado pela hoteis.com.

Descontos para sua viagem

  • Hospedagem:
  •  Booking
  •  Hoteis.com
  • Voluntariados:
  •  Worldpackers
  • Chip internacional com desconto:
  •  América Chip 10% off
  • Passagens aéreas baratas:
  •  Passagens Promo
  • Aluguel de carro:
  •  Rent Cars
  • Passeios e Ingressos:
  •  Get Your Guide
Foto de Amanda Antunes
Olá, eu sou a Amanda Antunes .

Amanda Antunes

Olá! Eu sou Amanda. Sou publicitária, criativa e apaixonada por fotos e viagens. Ao todo foram 3 intercâmbios e 42 países visitados. São muitas histórias para contar, porque eu Prefiro Viajar!

Ver mais artigos desse autor

Deixe seu comentário

38 pessoas comentaram!
  • eu viajava de navio justamente quando declararam que o novo coronavírus era uma pandemia. daí metade do roteiro planejado pelo navio não foi feito e ele ainda teve seu desembarque recusado por quatro países. só o havaí aceitou recebê-lo e a cia nos pagou o voo só até los angeles. de lá, tivemos de nos virar pra voltar pro brasil. por sorte, consegui uma passagem barata com a delta.

    em 2013, em outro cruzeiro, perdi o navio na parada de buenos aires. achei que ele sairia às 20h e acabou saindo às 17h. ao chegar ao porto, pensei rápido e peguei aquela balsa de bua a montevideo. viajei a noite toda. de montevideo, de manhã, peguei um ôns até punta del este, e alcancei o navio, pois punta estava na rota dele.

1 15 16 17

0
    0
    Carrinho
    Seu carrinho está vazio