Dicas de viagem Europa Pelo mundo Planejamento

Como planejar uma viagem para Europa? Dicas para iniciantes!

Amanda Antunes
Escrito por Amanda Antunes

Muita gente sonha em ir para a Europa mas acha que isso é um bicho de sete cabeças. Se você não faz ideia como planejar uma viagem para a Europa, este artigo é pra você. Aqui, eu explico ao máximo tudo o que você precisa saber para viajar. Desde a compra da passagem à contratação do seguro viagem. Anota essas dicas e vem comigo.

Nesse artigo você vai ler sobre:


Documentação e visto

Primeiramente, para fazer uma viagem para Europa, é necessário ter seu passaporte brasileiro (dentro do prazo de validade).

Apesar de brasileiros não precisarem de visto para entrar em muitos países europeus, no momento do desembarque será exigido o seu passaporte.

Outros comprovantes como: passagem de volta, reserva de hotel ou carta-convite (no caso dos que se hospedarem na casa de amigos ou parentes), comprovante de recursos financeiros e seguro-saúde válido tabém devem ser exigidos e apresentados no desembraque.

Vale lembrar que o Reino Unido não faz parte do espaço de Schengen, portanto, ao desembarcar o visitante passa por uma entrevista com um agente de imigração, além de ter que apresentar todos os documentos necessários e mencionados acima.

Importante: Providenciar toda essa papelada não é exagero. Em um momento de crise de imigração, as fronteiras estão cada vez mais rígidas, portanto, melhor levar tudo certinho do que ser mandado de volta pro Brasil por falta de documentos.

Acordo de Schengen

Cidadãos brasileiros não precisam de visto de turismo para permanência de até 90 dias em países-membros do Acordo Schengen (Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Países Baixos, Polônia, Portugal, República Checa, Suécia e Suíça).

Leia mais: Tudo o que você precisa saber sobre o Acordo de Schengen.

Leia mais: 10 praias imperdíveis na Europa

Seguro Viagem

Sabe aquele ditado: “O seguro morreu de velho?” Então, contratar um seguro viagem é aquele investimento que você torce para não precisar usar, mas se acontece alguma coisa você agradece por ter. Inclusive eu já falei sobre isso aqui no blog, dá só uma olhadinha. Contratar um seguro viagem além de fundamental e é obrigatório em muitos países da Europa. É aconselhado que o seguro cubra pelo menos € 30 mil euros de despesas médicas. Por isso, pesquise as melhores seguradoras e faça seu seguro com antecedência.

cupom desconto seguro viagem


Comprando a Passagem aérea para Europa

Com roteiro definido, é hora de comprar as passagens. Muita gente acaba comprando por impulso passagens em promoção nas companhias aéreas. Fique atento para as cidades de embarque e desembarque. Às vezes esta opção pode deixar o seu roteiro um pouco limitado e você acabar gastando mais do que deveria com deslocamentos internos. O ideal é comprar a passagem para o primeiro destino que você pretende visitar e a volta no último destino do seu roteiro.

Leia mais: 6 sites para comprar passagens aéreas baratas

Com os pontos de chegada e partidas definidos, veja o custo dos destinos internos e avalie se vale a pena comparando com outros meios de locomoção. Para se locomover dentro da Europa, você pode usar o trem, ônibus ou até mesmo avião (as companhias low cost normalmente tem passagens bem mais baratas, mas para valer a pena a sua mala deve ser pequena).


Como montar um roteiro?

Agora é hora de decidir quanto tempo você vai ficar na Europa e escolher os países que deseja visitar. Considere comprar a apassagem de ida por um país e a de volta por outro, assim você evita dificuldades de limitações em seu roteiro e perrengues na logística de locomoção.

Barcelona

Quando ir?

A primeira coisa que você precisa lembrar é que na Europa existe a alta e a baixa temporada. Os valores mudam drasticamente e você precisa escolher quando ir para a viagem não estourar o seu orçamento.

Alta temporada: de junho a setembro esses são os meses do verão e também das férias no Brasil.

Baixa temporada: dezembro a fevereiro, ou seja, estamos falando do inverno e de temperaturas até negativas. É uma boa época para ver neve, mas também coincide com as férias escolares do Brasil.

Na minha opinião, o ideal é viajar entre os meses de abril e maio ou outubro à novembro, são meses não tão quentes e nem tão frios e você consegue fugir um pouco das tão temidas férias que encarecem os preços de tudo aqui pelo Brasil.

Montando o roteiro

O roteiro dependende basicamente de quantos dias você tem de férias e do quanto você pretende gastar.

Em primeiro lugar, tenha em mente a máxima “menos é mais”. Tenha atenção ao escolher as cidades, leve em consideração o tamanho e o tempo que irá ficar em cada uma delas, o deslocamento e o dinheiro gastos entre uma cidade e outra.

  1. Para começar, coloque em um papel todos os países que deseja visitar.
  2. Depois pesquise bastante e defina o que você quer visitar e reduza a metade ou a um terço (menos é mais, lembra?)
  3. Com a lista pronta, defina o tempo de permanência em cada uma das cidades. Para grandes metrópoles considere ficar pelo menos quatro dias mas se for Paris e Londres, por exemplo, no mínimo sete dias e você ainda vai achar pouco. Vá cortando ou incluindo algo de acordo com a sua vontade, tempo e dinheiro.

hotel bom e barato paris


Onde ficar na Europa?

A hospedagem é a segunda coisa mais cara da viagem. O ideal é reservar com antecedência para garantir os melhores preços, principalmente se você for viajar na alta temporada da Europa.

Normalmente, os estabelecimentos mais afastados das regiões turísticas costumam ter os melhores preços. Considere esta opção em cidades como Paris, Londres e Berlim pois você só precisa ficar próximo a uma estação do metrô para estar bem localizado.

Economize: Ganhe R$130 de desconto na primeira reserva no Airbnb!

Encontre seu hotel em sites especializados em hospedagens, observe se há opções com cancelamento gratuito, caso você precise. Uma outra alternativa é alugar casas, apartamentos ou quartos em sites de locação por temporada.

Quando reservar?

O melhor momento para reservar hotel é exatamente três meses antes da data de hospedagem.  É quando as tarifas descontadas aparecem nos sites de reservas de hotéis. Note que os melhores descontos normalmente requerem débito imediato; leia as condições de cancelamento antes de fechar negócio.


Como se locomover na Europa?

É um dos itens mais importantes da viagem. Saber como vai se locomover em cada cidade evita com que você não desperdice tempo e dinheiro. Dependendo do preço e da distância em algumas cidades europeias pode valer a pena fazer o deslocamento de avião. Leve em consideração a localização do aeroporto e o tempo que precisará chegar com antecedência para realizar o check-in.

Algumas empresas low cost são: Ryanair, Easyjet e X. 

Às vezes, o trem pode ser uma alternativa melhor pois só precisa chegar com 1 hora e meia de antecedência na estação. Como normalmente ficam no centro, facilita bastante o deslocamento para o hotel.

Os ônibus também são uma opção. Costumam ser mais barato mas as viagens são mais longas. Porém, se você pretende viajar pelo interior, o aluguel de carro é a melhor opção. Você tem mais liberdade e não precisa se preocupar com horários além de parar nos lugares que desejar.


Como levar dinheiro para a Europa?

Uma das dúvidas mais comuns em como planejar uma viagem para Europa é a questão do dinheiro. O Real vale muito pouco no continente. Então a melhor opção é fazer o câmbio no Brasil e viajar com euros além de outras formas de pagamento. O ideal é acompanhar as cotações diárias e saber o melhor momento para comprar a moeda. Lembre-se que nem todos os países da Europa utilizam o euro como moeda oficial e é muito mais fácil converter o euro em moeda local.

Considere também opções como cartão de crédito, saque em caixas eletrônicos na Europa e cartões pré-pago. A melhor opção depende de como você se sente mais seguro.

Fique ligado: Cada operação de câmbio possui uma taxa. Pesquise bem antes de comprar os euros que precisa para não ter surpresas depois principalmente com o IOF.

Espero ter te ajudado em como planejar uma viagem para Europa. Lembre-se que aqui no blog eu tenho muitas ferramentas que vão te ajudar a planejar a sua viagem, além dos descontos.

 Você curte as minhas dicas? Então já segue o @prefiroviajar no Instagram pra acompanhar as minhas viagens em tempo real! 

VAI VIAJAR? ENTÃO RESERVE AQUI!

Você sabia que quando você faz uma reserva com um link aqui no blog, nós ganhamos uma pequena comissão? Você não é taxado a mais por isso e ainda ajuda o Prefiro Viajar a produzir mais artigos de qualidade! Então, bora reservar?

Passeios e ingressos: TourOn e Get Your Guide
Hospedagem: BookingAirBnB e Hoteis.com
 Seguro viagem: Real Seguro e Seguros Promo
 Passagens aéreas baratas: Passagens Promo , Voopter e Decolar.com
 Aluguel de carro: Rent Cars e ReserveCar
 Dinheiro pro exterior: Transferwise

Sobre o autor

Amanda Antunes

Amanda Antunes

Olá! Eu sou Amanda. Sou publicitária, criativa e apaixonada por fotos e viagens. Ao todo foram 3 intercâmbios e 24 países visitados. São muitas histórias para contar, porque eu Prefiro Viajar!

Deixe um comentário