Curiosidades Dicas de viagem Listas

Meus 5 piores perrengues de viagens (e como evitá-los)

perrrengues de viagens como evitar
Amanda Antunes
Escrito por Amanda Antunes

Fala viajantes! Dessa vez, eu vim compartilhar com vocês as minhas ideias geniais (só que não) que se tornaram grandes perrengues. Hoje eu fico aqui escrevendo e rindo de todas essas situações, mas confesso, que na hora não teve nada de engraçado. Por isso, além de contar 5 perrengues de viagens que eu já enfrentei, eu também vou contar para vocês como evitá-los. Então vamos começar a rir do perrengue alheio? rs

1. Sem dinheiro na Colômbia

Uma das coisas que mais me lembro da minha viagem para a Colômbia foi do dia que resolvi ir para o Parque Tayrona com o dinheiro contado. Na correria dos aeroportos e por ser um lugar super turístico, eu acreditei que iria encontrar uma casa de câmbio à cada esquina e que o dinheiro que eu tinha era suficiente. Afinal, se tudo desse errado, eu passaria o cartão.

Mas na vida real, não foi bem isso que aconteceu. Os passeios eram ligeiramente caros e quase ninguém aceitava cartão, incluindo a pousadinha que eu me hospedei. Fiquei 2 dias por lá e me vi voltando para Cartagena com dinheiro para comer apenas um pacotinho de biscoito que vinha com 4 unidades.

Para fechar com chave de ouro a minha ida até Cartagena (onde eu estaria salva), eu peguei um engarrafamento de 6 horas e nenhuma das paradas da estrada aceitavam cartão. Foi isso mesmo que aconteceu, eu fiquei à base dos biscoitinhos! rsrs

Como evitar

Sempre pesquise em blogs sobre caixas eletrônicos e a realidade local. Saber os preços das coisas antes de chegar no seu destino é essencial para o planejamento financeiro da sua viagem. E, digo mais, se você não estiver seguro que valor que tem em mãos será o suficiente, troque dinheiro nos aeroportos. Mesmo com a cotação desfavorável, mas vale perder uns trocados, do que passar perrengue durante a viagem!

2. Acampando na chuva

Era uma vez, duas amigas de 22 anos que inventaram que iam viajar para Ilha Grande para curtir o feriadão. Uma das amigas nunca tinha acampado (eu) e chegou até a reservar um hostel. A outra amiga levou barraca e alguns itens que ela julgava serem essenciais para acampar (Lary). rsrs

Como eu sou esperta e minha voz interior estava gritando, eu consegui convencer a Lary e dormir comigo no hostel e esquecer a ideia do camping. Entretanto, os dias foram tão legais em Ilha Grande que nós decidimos ficar mais um diazinho e eu cedi à pressão e fui acampar com a minha amiga.

Como a gente não tinha colchão e nem roupa de cama, resolvemos alugar o colchonete de espuma que o camping oferecia e íamos nos cobrir com cangas de praia. Até aí tudo bem, o que a gente não esperava era a chuva que caiu durante a noite e, como nossa barraca não era impermeável, todas as nossas coisas ficaram boiando e tivemos que roubar a corda do varal de roupas para manter a barraca em pé durante a noite. Foi um dos dias que mais passei frio na vida e confesso que vivi um verdadeiro pesadelo durante a noite!

Como evitar

Se você quer acampar, a primeira coisa é estar preparado. Pense na proteção da sua barraca (uma lona) e use colchões de ar que são mais altos e evitam esse tipo de coisa que aconteceu comigo.

3. Ano novo com 50 pessoas no quarto

Essa foi uma verdadeira virada de ano inesquecível! Em 2012, eu morava em Portugal e juntei vários amigos para passar ano novo em Praga. Pesquisamos bastante e eu, como sempre, encontrei o preço de hospedagem mais em conta e com uma excelente localização! Era um sonho, nem eu acreditava no que eu tinha encontrado em pleno ano novo.

Eu vi na descrição que o quarto eram para muitas pessoas, mas não me atentei ao fato que estávamos falando de um quarto para 50 PESSOAS. Sim, imagina no ano novo todas essas pessoas loucas e jovens voltando para casa depois de muitos litros de vodka e comemoração.

A pior parte foi o banheiro com box de vidro transparente! Foi ótimo que a porta do banheiro feminino vivia aberta e para tomar banho precisamos de uma força tarefa de meninas segurando a porta e bloqueando a passagem (literalmente).

Como evitar

Primeiramente, procure as fotos dos lugares que você pretende se hospedar, antes de sair sendo seduzido pelo preço. Dessa vez, eu aprendi que o barato pode sim sair caro! A minha dica é simples: utilize sites como o Hotéis.com que oferecem milhões de filtros, fotos e avaliações de outros hóspedes sobre as propriedades.

Buscando direitinho, você consegue encontrar hospedagens com um preço incrível e, sem falar, que quem faz parte do programa de fidelidade do Hotéis.com, a cada 10 reservas feitas pelo site ganha 1 uma de graça. Isso sim é uma forma inteligente de economizar!

4. Perdendo a hora do transfer

Atire a primeira pedra quem nunca perdeu a hora!!! Esse é um erro clássico, principalmente, para quem compra passagens aéreas cedo como eu fiz em Paris. Os aeroportos são muito distantes um do outro e do centro de Paris também. Por isso, quando você compra o ônibus para te levar até o aeroporto, você precisa informar o horário do seu voo e então só é permitido embarcar no horário previsto por eles.

E, como eu amo dormir, adivinha quem perdeu o ônibus e ficou na rua da amargura? Euzinha! Acho que foram um dos 10 minutos mais desesperadores da minha vida. Isso porque o prejuízo seria em EURO. O táxi era muito caro e eu não teria condições de pagar sozinha a corrida (e ainda era de madrugada).

Mas desse perrengue eu consegui me livrar de um jeito milagroso. Exista mais um voo cerca de 20 minutos depois do meu e tinha um ônibus com alguns lugares vazios que eu vi que poderia pegar. Eu chorei e implorei para o fiscal. Usei todo o meu “jeitinho brasileiro” e ele me deixou embarcar. Para a minha sorte, eu consegui chegar a tempo do meu voo e tudo deu certo.

Como evitar

Se você tiver que acordar muito cedo, confira mil a distância entre o seu hotel e o local onde você deverá estar. Programe seu alarme para tocar, no mínimo, três vezes e se for de madrugada agende um táxi ou um uber para não ter que contar com a sorte igual a mim.

5. Peguei o trem errado e mudei de país

Esse perrengue eu conto, mas nem eu acredito!!! Vamos lá. Eu estava em Bruxelas e decidi ir até Leuven para visitar uma amiga. Estava bem frio e a fome veio com tudo. Eu daria tudo por um biscoito com chocolate quente. E, foi isso que eu fiz, saí procurando umas guloseimas pra passar o tempo!

Depois de comprar tudo, olhei bem rapidamente para o painel para ver a plataforma do meu trem e continuei comendo, eu estava MUITO FELIZ até o momento que a porta fechou, o trem saiu e eu olhei para o letreiro que dizia: Rotterdam (que até então eu nem sabia que era outro país).

Para piorar, o fiscal apareceu do nada pedindo os tickets e eu comecei a suar frio, tentando explicar que peguei o trem errado (para não ter que pagar a multa) e que ia descer na próxima estação para poder voltar para Bruxelas. Aí que veio a bomba: “Senhora, esse é um trem de velocidade. Ele só faz parada em Rotterdam. Inclusive, para voltar para Bruxelas só existe um trem que sai 2 minutos após a chegada desse, então você terá que correr”.

Eu nunca corri tanto na minha vida. Quase chorei na frente do fiscal e ele não só me ajudou, como deixou eu voltar no trem de graça sem ter que pagar nada a mais por isso!

Como evitar

Confira o seu bilhete e não fiquem cegos por um chocolate quente e um biscoito. A multa para quem pega trens na ilegalidade é enorme. Eu dei muita sorte, mas foi um super risco para o meu bolso. O ideal é você verificar mais de uma vez a plataforma, se for em outro idioma e você tiver dúvidas, pergunte a pessoas que trabalham nas estações. Elas irão te ajudar!

Ainda sobre perrengues

Vocês já viram a websérie “Viajei” do Hoteis.com sobre perrengues em viagens? Tá super divertido! Eu ameeei esse episódio que o Fábio Rabin mostra o famoso perrengue que é fazer compras pra família tooooda em Miami. Aperta o play que apooosto que vocês já passaram por isso! rsrs

E vocês? Qual foi o perrengue mais louco que você já teve que encarar viajando? Conta aqui nos comentários. Tô louca pra aprender um pouquinho com vocês também!

Este conteúdo foi divertidamente apoiado pela hoteis.com.

 Você curte as minhas dicas? Então já segue o @prefiroviajar no Instagram pra acompanhar as minhas viagens em tempo real! 

VAI VIAJAR? ENTÃO RESERVE AQUI!

Você sabia que quando você faz uma reserva com um link aqui no blog, nós ganhamos uma pequena comissão? Você não é taxado a mais por isso e ainda ajuda o Prefiro Viajar a produzir mais artigos de qualidade! Então, bora reservar?

Passeios e ingressos: TourOn e Get Your Guide
Hospedagem: BookingAirBnB e Hoteis.com
 Seguro viagem: Real Seguro e Seguros Promo
 Passagens aéreas baratas: Submarino Viagens , Voopter e Decolar.com
 Aluguel de carro: Rent Cars e ReserveCar
 Dinheiro pro exterior: Transferwise

Sobre o autor

Amanda Antunes

Amanda Antunes

Olá! Eu sou Amanda. Sou publicitária, criativa e apaixonada por fotos e viagens. Ao todo foram 3 intercâmbios e 24 países visitados. São muitas histórias para contar, porque eu Prefiro Viajar!

36 Comentários

  • Ahahahah! 50 pessoas no quarto é foda! Mais se for uma galera animada e sem briga as vezes nem é tão ruim assim! Tudo vira festa! Eu tb ja tive alguns. Acampei na estrada da patagonia pq nao consegui carona (noite mais fria da vida), raspei meu pé na colombia e um estudante de enfermagem fez 6 pontos no meu pé, sem anestesia, em um dormitório de hostel. Mochilão roubado tb na Patagonia, e a lista continua hahahaha

  • Uma vez um amigo e eu estávamos hospedados em Paris num hostel (Generator) e ele ia fazer check-out cedo pq pegava o trem das 7h pra Amsterdam e eu só no dia seguinte. Na hora q ele saiu eu ainda estava dormindo, apenas dei um tchau sonolento. Passaram uns 2 minutos e começou um alarme no corredor. Muito alto. Não parava. Quando fui ver o q era, o corredor estava lotado de japonês correndo de um lado pro outro com mochila nas costas e máscara. Pensaram em incêndio e ataque terrorista. Ficamos uns 20 minutos desesperados (os japoneses e eu) até descobrirmos que foi meu amigo q acionou o alarme sem querer na hora de ir embora. Hahahaha

  • Fraturei o dedo do pé no México após uma tentativa de saltar na piscina enquanto meu namorado segurava a câmera ( ele ja estava dentro da piscina ). Fui olhar pro visor e não calculei o pulo, resumindo, caí em cima dele, da câmera e fraturei o dedo mindinho. Não quis ir ao médido porque no dia seguinte íamos conhecer Isla mujeres e com certeza iam querem engessar ou enfaixar e eu não poderia entrar no mar. Comprei anti inflamatórios para a amenizar a dor e só fui ao médico quando cheguei ao Brasil :/

  • hahaha minha mãe me esqueceu com 6 anos numa loja nos EUA, fiquei lá por 2 horas sozinho sem falar inglês… já fiquei em quarto de 100 pessoas no Carnaval, o vaso transbordou e inundou o banheiro…

  • Perrengue é quase de lei em toda viagem minha!

    Já perdi 2 vezes o trem Eurostar de Londres para Bruxelas. Nunca comprem passagens cedo demais! A sorte é que a Eurostar te dá uma brecha de 2h depois da partida pra você pagar uma multa e trocar a passagem.

    Já fiquei sem freio no carro na via Dutra indo do Rio para SP, e por conta da mesma falha mecânica meu carro perdeu todo o óleo do motor, perdi umas boas horas e muito dinheiro num mecânico safado de beira de estrada.

    Sempre viajo com meu passaporte português e por anos estava sem passaporte brasileiro válido, então aconteceu que uma vez, embarcando de Londres para o Brasil a atendente da cia aérea me barrou de embarcar porque o sistema deles indicava que eu precisava de visto para entrar no Brasil! Por sorte estava com minha CNH e consegui conversar que a polícia federal não me impediria de entrar.

    Já viajei também com fé de que só o cartão bastaria e ao chegar em NY meu cartão foi bloqueado no primeiro dia. Tive que me virar para entrar em contato com o banco através da minha família.

    Em Londres tentaram furtar meu celular e ele caiu e quebrou. Fiquei sem meus serviços bancários autorizados pelo app e nao conseguia transferir dinheiro para o meu travel card do banco! Foi preciso um telefone novo e uma ligação internacional caríssima pra reabilitar tudo.

    Viajei de moto para Búzios e na volta peguei a maior tempestade da minha vida, fiquei encharcado até os ossos e toda hora tinha que parar pra me aquecer em algum lugar, ainda estava um trânsito enorme de volta de feriado. Até hoje foi o melhor banho quente que tomei na vida quando cheguei em casa.

    De princípio esses foram os piores eu acho! Hahahahha

  • Caracaaaaaa, sua cara esses perrengues Amandinha…

    Não sei nem por onde começar os meus… kkkkkkkkkkkkkkk

    primeira vez no caribe fui inventar de nadar com golfinhos em Cuba, a entrada era uma pequena fortuna! A gente sabia o valor aproximado, mas esperávamos pagar no cartão… não aceitaram! Tinha que ser em dolares! Morri! Eu e minha mãe usamos até as moedas da bolsa pra conseguir fazer o nado, e saímos de lá zeradas! Procuramos um shopping a pé no meio do nada, e quando finalmente encontramos, advinha??? Não podíamos entrar no banco porque não tínhamos o passaporte original! E o ATM era DENTRO do banco! kkkkkkkkkk Estavamos perdidas, sem 1 centavo furado e mega longe do hotel!!! Foi uma longa caminhada com direito até a mini descida de escalada pra chegar na praia e ir andando até o hotel! kkkkkkkkkkk

    Depois conto mais…. rsrsrsrs

  • Em 2002 fomos pra Salvador (Costa do Sauipe)… na conexão fomos mal orientados pelos funcionários da companhia aérea e sem querer saímos da sala de embarque… tivemos que fazer o check-in novamente e já estávamos atrasados pro vôo. Até aí tudo bem! rsrsrs O vôo pra Salvador era internacional (o destino final do vôo era Buenos Aires) e tivemos que passar pelo check-in internacional e tirar os sapatos pra passar no raio X. Resultado: chegamos quase sem fôlego no avião de pé no chão e com os sapatos na mão. Dica: Aprendi que você deve entender todos os detalhes da sua conexão pra não passar perrengue.

  • Viagem sem perrengue _não tem graça_ !!! HAHAHahaha

    Então, mas acho que o pior pra mim foi quando fui de carro RJ x Salvador passando pelo Sul da Bahia. Sempre levamos uma mochila térmica com gelo e tal… meu namorado (cabeção 😒😍)) colocou a mochila ao lado da minha mala. Não tinha percebido, mas mesmo que eu tivesse percebido não ia ver que aquilo daria merda, rs. Chegando em Caraíva, depois um dia inteiro no carro, entro feliz na pousada, abri a mala para pegar uma roupa e tomar banho…. TCHARammmmm!!!! Roupas molhadas e algumas manchadas! Não sobrou nem calcinha! HAhaha sentei no chão e chorei! DEpois passei a viagem (20 dias) lavando roupas e tentando tirar manchas com um produto que comprei. Ainda por cima, uns 2 dias depois quando fomos pra Trancoso me deu uma baita infecção de rins e meu primeiro ponto turístico de lá foi o hospital ! Rsss Fui mto bem atendida por sinal! MAS depois correu tdo bem, eu acho, rsss!

    Voltaria e passaria tudo outra vez! 🚗💨

  • AHHHhh… Como evitar: Nunca deixe mochila com gelo e água ao lado de uma mala.
    Coloque-a ao seu lado e beba a água para que não fique com infecção urinária e roupas molhadas.

    👍🏻😉

  • indo pra fuertoventura eu peguei o avião errado para Paris. Tive que correr muiiiiiito pelo pátio do aeroporto atrás do avião certo. qdo cheguei eles já estavam tirando as escadas!!!! foi emocionante! tipo o filme “o mentiroso” jahajahaahha

  • Peguei um trem de Milão para Roma, para pegar meu vôo de volta para o Brasil. Cheguei lá super atrasada, cheia de mala e, quando procurei por um táxi, descobri que era dia de greve dos taxistas!
    Eu comecei a pedir informação desesperada sobre como eu chegaria de ônibus ao aeroporto e uma cidadão muito caridoso decidiu me levar até ao ponto, me ajudando com as malas.
    Quando finalmente cheguei ao aeroporto, descobri que fizeram confusão com meu check in e eu não estava no vôo. Depois de um pequeno bate-boca e uma chorada, eu finalmente consegui embarcar! Ufaaa

  • Cada um pior quemo outro… No meu caso foram dois bem tensos.
    1- viajando pra Argentina, errei o horário do vôo 00:30 e cheguei um dia depois no aeroporto…
    2- viajar com amigos, com o dinheiro contado e estacionar num lugar onde não havia sinalização de que era proibido estacionar e o meu carro foi rebocado. Essa brincadeira custou 175,00 de multa e mais 200,00 de reboque… Quase tive que vender um dos rins ( dos amigos, é claro)… Kkkkkkk

  • Por isso que falo que me identifico c vc Amanda, hahaha
    Mtos perregues tb! Vou fazer meu top 5!!

    1- Em 2012 tb fiz intercambio em Portugal, quando cheguei passei a primeira semana em um hostel enquanto procurava ape. Tava dificil achar eu já estava ficando desesperada porque nao tinha dinheiro pra ta gastando em hostel…comentei isso num jantar de amigos que eu fiz por la e um deles me ofereceu ficar la na casa deles! Todo mundo ficou calado, tipo,nao era boa ideia…Mas o cara foi super gnt boa, falou vc fica na minha cama e eu durmo aqui na sala…no desespero aceitei.ERRO!! O cara resolveu dormir na cama ao meu lado e todo tempo se chegando mais pra perto de mim. Eu nao dormi um minuto pq se ele tentasse algo eu ia fazer igual Luan Santana e acordar o predio nos gritos!! Entao fica a dica meninas: fujam dessas ciladas, graças a Deus nao aconteceu nada pior alem do constrangimento e desconforto mas podia ter acontecido ne…

    PERRENGUE n.2: Eu fui de Ryanair pra Roma, passei 3 dias la hospedada no melhor couchsurfing da vida e no dia de ir embora peguei um bus pro aeroporto…O que eu nao sabia era que o bus era um circular…rodei Roma INTEIRA e quando cheguei na estaçao central pra pegar o onibus que leva pro aeroporto percebi a merda: to MEGA atrasada! Eu fiquei desesperada!! Fui nos taxis e era tipo absurdo o preço (eu era intercambista poxa, money que eh good nois um have!), todo carro que parava proximo eu implorava para me levar no aeroporto, chorando desesperada…mas quem ia dar carona a uma louca ne?! Enfim,peguei o bus que faz o transfer e mandei a real pro motorista: CORRA PELO AMOR DE DEUS! E ele correu…mas nao o suficiente pra alcancar o avião…Qnd cheguei no aeroporto ainda usei todo meu drama, chorei,implorei,quase me ajoelhei…mas a porta da aeronava tava fechada ja 🙁 Resultado, tive que ligar pro cara do couchsurfing pedindo pra voltar pra casa dele, aos prantos! Voltei e quando fui comprar a passagem descobri que so teria voos pra Lisboa pela Ryanair em 3 dias…fiquei mais 3 dias em Roma pouperrimaaa e visivelmente incomodando o anfitriao que queria ficar sozinho! Hoje em dia prefiro chegar 3 horas antes no aeroporto que passar por isso…

    Perrengue n.3: Meu ex namorado é Mexicano e em 2015 eu fui visitar ele no Mexico. Cheguei na cidade do México e ele me esperava todo animado, disse que tinha uma surpresa…Que o ape que ele reservou no airbnb foi cancelado devido falta de agua na regiao e o airbnb em compensação ofereceu um Hotel de Charme,para onde fomos! Chegamos la o recepcionista disse que ia procurar a reserva pois nao estava encontrando e enquanto isso fomos pro nosso quarto MARAVILHOSO: duas camas king, banheira,chuveiro que fazia massagem, tv no banheiro, telefone do lado da banheira, escritorio, roupao, chinelos…Eu me senti naqueles filmes de pobre que recebe uma herança e fica rico!!! Só que alegria de pobre dura pouco né…Eu estava linda no roupão preparando a banheira pra tomar banho depois da viagem cansativa quando o telefone toca: nao tinha reserva! O boy desceu pra resolver e nao conseguiu,teria que pagar 100 dolares de garantia ate eles se comunicarem com a Airbnb…resultado catei minhas coisas em 2 min, e já estava na porta do hotel chamando o uber pra o hostel mais perto! Eram quase 1h da manh, eu estava exausta do voo e meu namorado chorando porque deu errado a surpresa! Um verdadeiro drama digno de novela mexicana.
    P.S: A airbnb depois esclareceu o problema e nos recompensaram, eles foram otimos e deram assistencia rapido!

    Perrengue 4: Esse é recente, mes passado fiz mochilão de 20 dias pelo Chile e Bolivia…No meu primeiro dia Em San Pedro de Atacama fui procurar as agencias pra fazer o passeio Valle de La Luna! Sao muitas agencias e fiquei indecisa e de repente já era a hora que saem os carros pro passeio, entrei na primeira agencia que vi e fui! Quando entramos no parque natural a van da agencia foi parada pela policia chilena, pediram os documentos do motorista…pensei: normal, eh claro que ta tudo certo, afinal eh um motorista de agencia de turismo ne?! SQN!!!! Pediram pro motorista descer do carro, depois chamaram o guia do grupo…e o CLIMAO só aumentando dentro do carro. Os gringos que nao falavam espanhol sem entender bulhufas…Enfim, o motorista era Boliviano e nao tinha licença pra dirigir no Chile, o guia estava com a licença vencida e tb nao podia dirigir. O policial falou que se alguem no carro tivesse licença poderia, mas nao tinham ng do Chile! Tivemos que voltar pro entrada do parque e a policia levou o motorista pra delegacia, muito triste ver a irresponsabilidade das agencias! POREEMM vcs acreditam que um moço que viu a confusao e estavala de boas passeando demoto se ofereceu pra dirigir?! Gente foi como ressurgir das cinzas…todo mundo tava estressado pq alguns iam embora no dia seguinte e tb pq seria um dia perdido, mas esse anjo salvou o dia!

    Perrengue 5: Vcs já devem ta cansados de ler, mas é o ultimo…Eu fiz um mochilão com uns amigos de intercambio pelo Leste Europeu, e chegamos em Viena na Austria tarde da noite. Ao chegar no hostel a recepcionista falou logo: Voces tem que pagar com dinheiro trocado, pois eu nao tenho troco! Como assim gnt??!!! Eram meia noite,tudo fechado e ng tinha dinheiro trocado…Foi o maior stress, ela era uma senhora japonesa bem rigida,nao tinha como negociar com ela…conseguimos trocar umas moedas e ok. Na hora do check in ela vira pra uma das minhas amigas e diz: sua reserva ta cancelada pq vc colocou que chegaria 11h da manha,nao chegou e tem outra pessoa no quarto. OI? Na hora de reservar minha amiga nao prestou atenção e saiu um horario de entrada automatico…Mas a recepcionista nao quis saber, disse que o hostel estava lotado e nao tinha onde colocar ela. Minha amiga começou a discutir com essa mulher, foi uma zona, resultado: a mulher falou nao quero nenhum de voces no meu hostel, estatodo mundo cancelado!!!! Tivemos que sair de madrugada, carregando mala atras de um hostel em Viena…Até hoje eh inacreditavel a má educação e grosseria da senhora…Porem é uma historia que a gnt morre de rir lembrando!

    Perrengues é isso, na hora é a pior coisa. Mas quando passa vira historia pra contar!
    As viagens nao teriam graça se fosse tudo certinho como a gente planeja nao é?!

    P.S: Agora eu quero o adesivo! hahaha bjs

  • Bom eu ainda não passei nem perto dos seus perrengues…mais tipo ai vai um meu…esse ano fui pra fortaleza era meu sonho conhecer lá desde criança…chegando em fortaleza…fui de uber ate o hostel que reservei…bem no centro pra facilitar…pois não conhecia nada lá…e na praia veio aqueles vendedores de excursões e ofereceu um passeio a jeri..compramos …bom no outro dia fomus a jeri…neste passeio…pensei que lá eu encontraria restaurantes baratos…pois minha condição é bem pouca…levamos pouco dinheiro…resultado ficamos o dia todo sem comer…pois o prato mais baratinho lá era 75,00 que praticamente dava meu dinheiro e da minha amiga que foi…o passeio se torno menos proveitoso por isso …agente acaba que não curte …pessoa com fome é um perigo…ficamos o dia todo só a base de agua…e café da manha que tomamos 05:00…chegamos em fortaleza 22:00 pois o passeio era bate e volta …comendo ate as paredes…o miojo nus salvo!!! Já que praticamente tudo estava fechado em fortaleza este horário!!! Pretendo voltar lá pois achei lá muito lindo..uma das melhores praias que já fui…mais bem mais preparada de dinheiro!!!
    Pretendo um dia viajar pra fora do Brasil…mais por enquanto financeiramente não da…ai vou conhecendo o Brasil mesmo!!!

  • Fala, Amanda! Dá pra eu escrever um livro com meus perrengues de viagem…
    Aqui vai um: Viajamos para a Bolívia de carro. Pegamos Aduana e Imigração fechadas por problemas internos. Entramos mesmo assim, logo ilegais… Là no meio da Bolívia a polícia nos parou e nos disse que seríamos presos! Tivemos que apelar pro recurso de molhar a mão dos guardas pra não irmos em cana… E então passamos a evitar (fugir) a polícia. Toda vez que víamos um policial, íamos para outro lado, sendo que tinha um policial noturno que ficava na porta do nosso hotel em Sta Cruz (era amigo do recepcionista). Só entrávamos no hotel quando ele não estava lá, e várias vezes ficávamos horas na praça perto do hotel esperando o guarda dar uma saída, pra podermos entrar…
    Essa história continua, mas até aqui já ta bom!

  • Fiz uma road trip Argentina e Chile, chegando em Salta – Argentina fui surpreendido com uma chuva de granizo imensa.. e ao subir até onde o hostel ficava peguei um alagamento onde perdemos a placa de um dos carros..
    Procuramos a placa do carro por horas.. quando praticamente havíamos desistido, ao procurar um estacionamento, o dono do estacionamento havia pegado nossa placa. Assim conseguimos seguir viagem!!

  • Estavamos fazendo o passeio de lancha pelas ilhas em Phi Phi num grupo de 10 pessoas e de repente um a um começou a passar mal até que resolvemos voltar para o hotel 🤢
    O staff lá foi muito atencioso conosco e nos deu soro para aliviar os sintomas, mas nada funcionava: tudo que entrava saía…Quando ja estavam todos acamados e desidratados, uma pessoa do grupo, que toma medicação para os rins acabou ficando ainda pior, desmaiou e precisou ir para o hospital.
    Nesta hora começou a chover torrencialmente, e como em Phi Phi não existe carro, nosso amigo foi de maca e guarda-chuva num tuk-tuk-ambulância!
    Bom, detectaram uma bactéria devastadora, mais duas pessoas ficaram internadas e nosso querido Chico piorou um pouco mais. Então o médico pediu que fossemos transferidos para o hospital de Phuket, a ilha principal, pois em Phi Phi não tinha nenhum nefrologista. O seguro viagem providenciou o transporte, que foi de speed boat, mas tivemos que esperar até anoitecer. Mais um trajeto de maca no tuk-tuk, com 6 pessoas a bordo do carrinho 😱
    Quando pensamos estar encaminhados e salvos, ja na lancha a caminho de Phuket, começou a chover muito, mas muito mesmo! O mar ficava cada vez mais agitado e a lancha balançava demais. Foi 1h de travessia e achávamos que a lancha ia virar a qualquer momento… Ficamos todos molhados, foi desesperador! Detalhe: o piloto da lancha era menino, que parecia estar aprendendo, pois o co-piloto dava dicas o tempo todo. M-E-D-O!! Só acabou o perrengue quando enfim chegamos no hospital. Dia do maior medo da vida, tivemos a certeza de criar este blog para compartilhar os nossos perrengues 😅

  • Gente do céu, que delícia essas histórias!! Hahahahahaha Bom o meu perrengue mais bizarro até hoje foi na minha primeira viagem pra fora e ele começou ainda em casa. Comprei uma mala com cadeado TSA pra ir pra Buenos Aires.. A vendedora me ensinou a cadastrar a senha, tudo ok. Mala pronta, saindo de casa, cadastrei a senha.. E cadê que o cadeado não abria? Não funcionava nem a minha senha, nem a senha que eu achava q era a padrão, nem a que a vendedora tinha testado pra me ensinar. Respirei fundo e fui pro aeroporto certa que uma boa alma teria a chave mestra pra abrir o cadeado. Não tinha! Tentei de tudo, sem sucesso.. Resolvi levar a mala a bordo e quando passou no raio x, me barraram porque queriam ver um spray que tava na mala e eu não conseguia abrir pra mostrar. Lá voltou o cão arrependido pra despachar a mala. Ahh mas algum hermano iria me ajudar quando chegasse em Buenos Aires né?! SQN! Tentei mas todos diziam que não tinham a chave mestra. Uma hora dessas já tava me questionando se teria valido a pena ter comprado a mala com esse cadeado, afinal, ninguém conseguia abrir! Enfim, fui pro hotel e precisava tomar uma decisão: estourar o fecho da mala ou tentar cada uma das combinações até abrir o cadeado. Foram umas 2h rodando os números até que abriu na senha 500! A mão já dormente mas, no pelo menos não foi no 999 hahahah

  • Olha! Cada história mais cabeluda que a outra, mas o meu terror foi ficar na rua, às 3h da manhã, na Rússia (em St. Petersburgo) sem um p*to no bolso e sem internet, sem acesso ao hotel. E sem entender o que a recepcionista falava numa ligação horrível, num inglês sofrível! Final das contas a culpa foi do Booking.com e do hotel, E só consegui chegar num hotel novo quase 5h da manhã!
    😅😅😅

  • Tive 2 perrengues na minha última viagem.

    O 1o foi em Londres. Comprei uma passagem de trem pra Edimburgo com o cartão de crédito da minha mãe e precisava dele pra retirar a passagem, o que só fui descobrir depois. Tive que comprar as pressas uma passagem aérea, só que os aeroportos são muito distantes do centro. Fui 5:30 com 2 malas enormes pela rua pro metrô e o danado só abria as 6hrs, sendo que o meu vôo era 8:20. Surtei achando que ia perder o voo mas deu tudo certo.

    O segundo foi em Paris. Fui toda cheia de graça, querendo tirar onda de rica, almoçar na Champs Elysée. Larguei 30 euros num macarrão aos frutos do mar. Nem preciso dizer que passei mal 2 horas depois, no meio da minha visita ao Louvre. Passei a madrugada indo no banheiro de hora em hora, suando frio. Acionei o seguro e tomei uma volta, me enrolaram desde às 9 da manhã até as 17 da tarde e não consegui ir ao hospital. Fui numa farmácia e falando francês porcamente consegui um remédio. Detalhe, era o dia da minha volta pro Brasil. Lá fui eu com minhas malas enormes de metrô pro aeroporto, suando frio e sem comer nada o dia inteiro, morrendo de medo de ter um treco no avião e rezando pra chegar no Brasil.
    Pra melhorar o perrengue, fui barrada no embarque por excesso de bagagem. O segurança me mandou voltar e despachar minha mala de bordo. Botei um sorriso e fui desenrolar com o funcionário da cia pra não pagar os 400 euros (chorando por dentro!!!!). Minha sorte é que a esposa do cara queria aprender samba kkkkk. Ele despachou minha mala de graça e no final pediu para eu sambar para ele. Quase morrendo e desfalecendo por dentro, eu fiz o melhor samba que eu consegui. Deus abençoe aquele francês, pq ele me salvou legal kkk

  • Estávamos em Bueno Aires, primeira viagem internacional, nada de espanhol. Como estávamos em cinco pessoas, dividimos em dois grupos para pegar um táxi e voltar pro hotel. Saímos juntos. Mas as minhas irmãs, que ficaram em outro táxi demoraram mais de uma hora para chegar. Eu fiquei desesperada, imaginei as piores coisas possíveis (sequestro?! roubo?!) já que a fama dos taxistas de Buenos Aires não é boa. Resultado: todo táxi que parava na porta do hotel eu gesticulava e pedia (portunhol – imagina a cena) para passar um rádio para localizar as “três brasileiras” e todos se negavam (óbvio) Hahaha no final deu tudo certo, mas foi um momento de desespero total.

  • Uma casa com 57 pessoas e 8 quartos, pessoal tudo no cil passei por 3 dias nesse lugar, sem conta q no meio tinha dois q não dormia, não sei como conseguia fica tanto tempo sem dormir kkkk aí um deles solta o freio de mão de meu carro morro a baixo sorte q logo em baixo havia um campo de futebol o carro parou na trave🙏🏻 Isso em boituva em Sp sítio meio do nada sinal de celular zero até conseguir chama o seguro isso tive q sai andando até aonde acha um lugar que tinha sinal, o pessoal já tinha ido embora tive que dormir no sitio do domingo pra segundas sozinho e Deus claro!!! Esse foi meu maior perrengue

  • FUI PARAR EM UM MOTEL…
    Eu e minha colega de trabalho estávamos voltando de Recife para SSA, chegamos umas 20h em SSA, porém o nosso voo p nossa cidade era as 5h da manhã, como estávamos com pouca grana queríamos um hotelzinho só p pernoitar, q fosse barato, então fui na área de atendimento ao turista atrás de Hotel só q além de longe do aeroporto de SSA era mt caro as diárias. Foi aí q fomos abordadas por um agente de turismo q disse q tinha “Hotel’ barato p pernoitar e q nos levaria e tbm pegaria no hotel p aeroporto. Decidimos ir, realmente o ” hotel” era perto. Quando chegamos achei bem estranho pq fui na maior naturalidade já entregando meu RG na recepção e a moça(me olhando diferente p minha aliança) foi logo dizendo q n precisava, q era só pagar mesmo. Quando entramos no quarto eu e minha amiga já começamos a desconfiar a quantidade de espelho no quarto, eu porém estava tão cansada q fui logo p o banheiro tomar uma ducha, de repente durante o banho minha colega começou a gritar: Palomaaa corre aki, liguei a tv e n consigo mudar de canal e nem o volume!!!!
    Ela ligou a TV e foi bem na hr do vucuvucu, um gemidão louco de filme pornô. Eu saí as pressas do banho p. ver oq estava acontecendo. Kkkkkkkk Foi aí q a ficha caiu quando peguei o cardápio e vi nas primeiras páginas produtos eróticos. Kkkk. Cara, fiquei com tanta vergonha, pq sou do tipo de pessoa bem tradicional, sabe, evangélica e tal…. Acho q a recepcionista achou q eu e minha colega éramos lésbicas e detalhe minha amante já q eu estava com minha aliança e ela n. No final, só foi risada.

  • Fiz um mochilão pela Europa com duas amigas e compramos o Europass, que dava direito a viajar por um mês pela Europa, muitos trechos estavam incluídos. Quando fechamos aqui no Brasil, vimos que tinha um trecho incrível de umas 20 horas que era a bordo de um navio de Roma (Civitavecchia) a Barcelona. A gente pensou: “nossa, que maravilhos, vamos fazer um CRUZEIRO PELO MEDITERRÂNEO! Arrasamos na escolha, somos geniais.” Vimos as fotos do navio e era legal, tinha piscina e tudo.
    Chegando no porto pra embarcar, vimos nossos lugares e perguntamos pra qual lado era a nossa cabine. O moço nos direcionou pra uma sala escrito CINEMA ROOM, que era tipo uma sala de cinema mesmo. Mais de 200 poltronas, cada uma com um número e aquele era o nosso assento. A gente ia passar 20 horas ali dentro do CINEMA ROOM! Demos uma volta pelo navio pra ver se tinha alguma outra opção, mas as espreguiçadeiras em volta da mini piscina já estavam tomadas. Voltamos para o cinema room e as pessoas já tinham feito um acampamento. Daqui a pouco uma pessoa me saca um frango assado pra fazer um lanchinho. E o pior, começou um filme bizarro dublado em italiano e continuou um atrás do outro até a viagem terminar.
    Furada e perrengue masters!!!
    Dica para não cair nessa: não use Europass para pegar o Grimaldi Lines. Pague um preço mais caro e vá em uma cabine! 🙂
    viagensbemcomidas.tumblr.com

  • Fiz um mochilão pela Europa com duas amigas e compramos o Europass, que dava direito a viajar por um mês pela Europa, muitos trechos estavam incluídos. Quando fechamos aqui no Brasil, vimos que tinha um trecho incrível de umas 20 horas que era a bordo de um navio de Roma (Civitavecchia) a Barcelona. A gente pensou: “nossa, que maravilhos, vamos fazer um CRUZEIRO PELO MEDITERRÂNEO! Arrasamos na escolha, somos geniais.” Vimos as fotos do navio e era legal, tinha piscina e tudo.
    Chegando no porto pra embarcar, vimos nossos lugares e perguntamos pra qual lado era a nossa cabine. O moço nos direcionou pra uma sala escrito CINEMA ROOM, que era tipo uma sala de cinema mesmo. Mais de 200 poltronas, cada uma com um número e aquele era o nosso assento. A gente ia passar 20 horas ali dentro do CINEMA ROOM! Demos uma volta pelo navio pra ver se tinha alguma outra opção, mas as espreguiçadeiras em volta da mini piscina já estavam tomadas. Voltamos para o cinema room e as pessoas já tinham feito um acampamento. Daqui a pouco uma pessoa me saca um frango assado pra fazer um lanchinho. E o pior, começou um filme bizarro dublado em italiano e continuou um atrás do outro até a viagem terminar.
    Furada e perrengue masters!!!
    Dica para não cair nessa: não use Europass para pegar o Grimaldi Lines. Pague um preço mais caro e vá em uma cabine! 🙂
    viagensbemcomidas.tumblr.com
    instagram.com/viagensbemcomidas

  • Fiz um cruzeiro em outubro e o perrengue já começou no aeroporto. Na escala do Panamá, percebi que levei o cCartão de crédito vencido! Deixei o certo em casa. Pedi um outro cartão pelo telefone do cartão e ele só chegou 30 minutos depois do meu check out do hotel na volta do cruzeiro. Fui assaltada na Venezuela, quase fiquei sem passaporte. Além disso, o guia do meu passeio me roubou na conversão da moeda. Minha caixa de estanque quebrou no único dia que faria snorkel em Aruba e não tinha outra caixa pra comprar no navio. Pedi super bonder ao meu camarero que me ajudou a colar de noite pra não perder o passeio. kkkk Chove demais na Colômbia, meu voo atrasou 3h e quase perdi minha escala no Panamá, corri quase 20 minutos de um portão pra outro. Isso em uma semana! Só perrengue mas a melhor viagem da vida!

  • Eu e meu marido estávamos fazendo um mochilão pela Europa, chegamos estavamos primeiro em Lisboa e partimos para Munique na Alemanha alguns dias depois, haviamos reservado um apartamento, 2 horas ao Sul de Munique. Até aí, tudo ótimo! Entretanto a nossa passagem estava programada para chegar quase 00h em Munique e de lá tinhamos ainda que pegar um trem. Eu já tinha ressentimento do perrengue, mas vamos l á. Assim que chegamos corremos para comprar os bilhetes do trem para a cidade e já não haviam trens para aquele dia. Então tive a incrível ideia de ir até um local mais próximo dessa cidade, corremos para pegar o trem… passou a 1a, 2a, 3a,4a 5a, 6a estação até aí ok, quando chegou na 7a estação: Estavamos no trem errado, e o pior, era o último trem! Descemos as pressas e no desespero e para nosso espanto, um breeeeeu enorme andamos até uma cidade fantasma, nao tinha ninguem, nenhum hotel, nenhuma alma e eram 3h da manhã! Gritos de Heeeelp me pelas ruas e nada… Decidimos pedir carona em um acesso a uma estrada, ninguém sequer “percebia” nossa presença. Até quando um furgão de tinta parou e gritou: are u froooooooom?
    Era um Italiano, que pintava faixas de pedestres em Munique, nos deu carona e disse que estavamos muito longe, quase que na fronteira com a Austria. Nos levou para um hotel barato em Munique novamente para passar o restante da madrugada. O secretário do hotel dava muitas risadas com a nossa situação. Minha dica: Se chegar muito tarde em qualquer cidade, não ouse pegar o último trem ao seu destino, pode ser arriscado!!

Deixe um comentário