Dicas de viagem Europa Islândia Pelo mundo Planejamento

8 dicas para economizar na viagem para Islândia

Leticia Moresca
Escrito por Leticia Moresca

Islândia é a terra do gelo, do fogo e dos preços altos! Por isso, desde que comecei a planejar minha viagem para Islândia o que mais me preocupava era o orçamento! Como uma boa viajante pão dura (quanto mais eu economizo, mais viagens dá pra fazer!) pensei e pesquisei muito antes de fechar essa viagem.

Com as dicas abaixo acredite, é possível viajar pela Islândia tranquilamente com um orçamento de 50 – 70 EUR por dia (dependendo de quantas dicas você conseguir aplicar na sua viagem!)

1. Compartilhar o carro

Se você leu os meus outros posts sobre a Islândia sabe que eu fiz uma viagem de carro pelo país (se ainda não leu clica aqui e aqui!) Aviso logo – o aluguel do carro e o combustível provavelmente vão ser a maior despesa na Islândia e uma pesquisa rápida sobre os preços pode até desanimar – mas acredite – o carro vai te dar flexibilidade para conhecer o país melhor, e servir de base para que você economize de outras formas (leia mais abaixo!)

alugar carro na islandia

Existem várias opcões de carro para alugar na Islândia – simples, 4×4 e campers. Independete do carro escolhido, a dica é dividir com o máximo de pessoas possível. Dividir em dois já melhora bastante os custos mas o ideal seria dividir em 3 ou até 4, assim os custos do carro e da gasolina (que são fixos) caem significativamente por pessoa.

Antes de sair convidando a galera pra ir para Islândia preste atenção no tamanho do carro e lembre que é necessário deixar espaço para as malas, mantimentos e conforto!

Mesmo quem planeja viajar sozinho pode utilizar essa dica, pois é possível encontrar pessoas já no país procurando outras pessoas para dividir o carro. No camping que fiquei em Rejkavik tinha uma lista na recepcão de pessoas com carro (para dividir) e outras interessadas em pegar carona (e dividir os custos).

Dica Bônus: Não esqueça de pesquisar também o consumo de combustível do veículo antes de completar sua reserva.

2. Dispensar o GPS

Planejar viagens de carro nem sempre é fácil. Além de toda a organização que toda viagem requer, vem uma preocupação extra: E se eu me perder? E a solução obvia seria reservar logo um GPS junto com o carro.

Não caia nessa cilada! A não ser que você tenha (e leve) o seu próprio GPS, você não precisará de um na Islândia – corte este gasto extra.

maps islandia europa

Primeiro porque hoje o celular faz papel de GPS e se você tiver internet, vai poder usar o google maps (funcionou super bem para mim – não me deixou na mão nenhum momento). E quem não tiver internet? O mapa de papel resolverá seu problema com um custo quase que irrisório (e muito mais emoção!)

Leia mais: Tudo sobre o Golden Circle, a rota mais famosa da Islândia

Segundo porque as estradas na Islândia são muito bem sinalizadas, e raramente será preciso sair da Ring Road para chegar nos pontos de interesse. Mesmo quando é preciso sair e pegar uma rua menor, a rota é simples – você sai e volta para a Ring Road pelo mesmo caminho!

3. Não pagar por água

Essa dica pode parecer óbvia para alguns, mas não pode ser esquecida. A água de torneira na Islândia não só é potável como provavelmente será uma das melhores águas que você já tomou na sua vida!

água potável islandia

Use e abuse – leve sua garrafa de água da academia (ou compre uma garrafa grande ao chegar no país) e encha toda vez que parar em um posto ou banheiro! Além de economizar, contribui para diminuir o consumo de plástico.

4. Acampar

Na Islândia wild camping é permitido, entretanto, atualmente essa prática tem sido desencorajada especialmente na região do Golden Circle (provavelmente por causa do abuso dos turistas, que deixam lixo para trás e danificam o meio ambiente!)

De qualquer forma, como a Islândia é o paraíso dos amantes da natureza, é muito fácil encontrar campings por todo o país. A diária normalmente não é barata (preço de hostel no restante da Europa) mas ainda assim será a acomodação mais barata disponível e te dará acesso a uma boa estrutra com cozinha, banheiro, chuveiro, internet e energia.

acampar na islandia europa

Para os ultra econômicos, a dica é alternar dias em áreas de campings (para ter acesso a estrutra) e noites na estrada. Em alguns lugares, onde não era possível montar a tenda eu dormi até mesmo no carro!

5. Banho nas piscinas publicas

Aposto que quando eu falei sobre dormir no carro o primeiro pensamento é “e banho???” Na Islândia existem várias piscinas públicas com água termal. Além de serem uma delícia, é baratinho pagar para tomar banho lá. O que encarece é o alguel de toalha, então não esqueça de levar a sua!

piscinas publicas islandia

6. Cozinhar a própria comida

Em qualquer viagem, os principais gastos são com acomodação e comida. Acontece que, todos os dias nós comemos de qualquer forma. Então se na viagem for possível manter a rotina de cozinhar a própria comida em vez de comer em restaurantes, o gasto cai bastante!

A dica principal aqui é fazer as compras no super mercado Bónus (que é o mais barato do pais), e encher o carro de snacks e comidas simples de cozinhar.

mercado islandia

No meu caso, estávamos equipados – tínhamos um fogão a gás, portanto podíamos parar em qualquer lugar e comer com vistas incríveis como a abaixo. Melhor do que qualquer restaurante, e por um preço super amigável!

fogarero camping

Dica extra: Se realmente quiser comer fora, vá de hot dogs – a paixão nacional e uma das refeições mais baratas que é possível encontrar pelo pais.

7. Não beber

Outra dica super relevante para economizar na Islândia é fazer um detox e esquecer o alcool. Na Islândia bebidas alcólicas não são vendidas em supermercados, e sāo altamente taxadas, por isso muito caras.

Se for impossível sobreviver a viagem pela Islândia sem alcool, a dica é comprar o que for consumir no pais no duty free na chegada.

8. Fazer o free walking tour em Reykjavik

Essa dica é específica para quem quiser explorar a capital do país, Reykjavik. A melhor forma de conhecer a cidade é andando. Eu faço o free walking tour na maioria das cidades que visito e adoro conhecer as cidades dessa forma, então essa é uma dica geral, não só para a Islândia.

Não esqueça que os guias vivem das gorjetas, portanto apesar do nome do tour incluir o termo “free”que significa de graça, esteja preparado para deixar uma gorgeta no final. Eu recomendo algo entre 10-20 EUR dependendo do quanto você tenha gostado do passeio.

Mais dicas sobre a Islândia

Curtiu as dicas? Então compartilhe com os amigos e deixe aqui embaixo o seu comentário. Vai viajar? Faça as suas reservas aqui pelo blog. Os links dos nossos parceiros estão aqui embaixo!

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Você sabia que quando você faz uma reserva com um link aqui no blog, nós ganhamos uma pequena comissão? Você não é taxado a mais por isso e ainda ajuda o Prefiro Viajar a produzir mais artigos de qualidade! Então, bora reservar?

Sobre o autor

Leticia Moresca

Leticia Moresca

Leticia nasceu em Curitiba, cresceu no Tocantins, amadureceu em Londres e São Paulo. Hoje mora em Munique, mas não por muito tempo – está se preparando para viajar em tempo integral. Ela compartilha suas viagens em seu canal do Yotube.

Deixe um comentário