Fernando de Noronha No Brasil Nordeste Pernambuco Roteiro de viagem

Roteiro Fernando de Noronha: o que fazer, taxas, dicas, quanto custa e mais!

morro dois irmãos fernando de noronha
Amanda Antunes
Escrito por Amanda Antunes

Quem me acompanha no Instagram (@prefiroviajar), sabe que eu estive 10 dias em Fernando de Noronha em outubro de 2019 e fiz uma viagem de baixo custo em parceria com a agência @PartiuNoronha que é especializada em roteiros de Fernando de Noronha personalizados, fotografia e hospedagem na ilha.

A ideia principal dessa viagem foi mostrar que viajar para Fernando de Noronha de forma econômica também é possível! Pra isso, Eu e a @PartiuNoronha elaboramos um GUIA COMPLETO DE FERNANDO DE NORONHA com informações importantes para todos os viajantes! Além é claro, de muitas dicas de como economizar! Então bora conferir!?

Nesse guia você vai ler sobre:
1. Sobre Fernando de Noronha
2. Taxas de preservação
3. Como chegar na ilha
4. Hospedagem
6. Alimentação
6. Transporte
7. Recursos hídricos e água
8. Dinheiro
9. O que levar?
10. Remédios/hospitais
11. Internet e comunicação
12. Clima: quando ir?
13. Segurança
14. O que fazer em Fernando de Noronha?
15. Meu roteiro de 5, 7 e 10 dias
16. Lugares para ver o pôr do sol
17. Quanto custa viajar para Noronha?
18. Tour com fotógrafo
19. Sobre a Partiu Noronha
20. Projeto Tamar, Projeto Golfinho Rotador e Noronha Plástico Zero
21. Telefones úteis
22. Cupom de desconto
23. AmanDICAS e curiosidades

1. Sobre Fernando de Noronha

Descoberto em 1503 e formado por 21 ilhas, o arquipélago Fernando de Noronha pertence ao estado de Pernambuco e fica distante 545km de Recife. No dia 13 de dezembro de 2001, a UNESCO considerou o arquipélago Patrimônio Mundial Natural e hoje a administração do Parque Nacional está atualmente a cargo do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade).

Praias de Fernando de Noronha

No geral, a ilha principal é dividida em duas partes: a do Mar de Fora que é voltado para o Continente Africano e o Mar de Dentro que é voltado para o Brasil. Inclusive, você sabia que Noronha está mais perto da África do que de São Paulo? 🙂

A seguir, listei algumas praias divididas por mar de fora e mar de dentro para ficar mais claro pra vocês.

Mar de Dentro

  • Baía de Santo Antônio, (onde fica localizado o porto)
  • Praia da Biboca
  • Praia do Cachorro, na Vila dos Remédios (no centro histórico da ilha)
  • Praia do Meio
  • Praia da Conceição ou de Italcable
  • Praia do Boldró, na Vila Boldró
  • Praia do Americano
  • Praia do Bode
  • Praia da Quixabinha
  • Praia da Cacimba do Padre
  • Baía dos Porcos
  • Baía do Sancho (baía de águas transparentes, cercada por falésias cobertas de vegetação)
  • Baía dos Golfinhos ou Enseada do Carreiro de Pedra
  • Ponta da Sapata

Mar de Fora

  • Praia do Leão
  • Ponta das Caracas
  • Baía Sueste
  • Praia de Atalaia
  • Enseada da Caeira
  • Buraco da Raquel
  • Ponta da Air France

2. Taxas de preservação ambiental

Como você já deve ter ouvido falar, para curtir as maravilhas naturais de Fernando de Noronha, é preciso separar parte do seu orçamento para pagar as taxas ambientais de preservação dos recursos naturais do arquipélago.

A segui, fiz um resuminho de como funcionam essas taxas e aonde vocês podem realizar o pagamento de cada uma delas antes mesmo de chegar no arquipélago!

Taxa de Preservação Ambiental (TPA)

A Taxa de Preservação Ambiental (TPA) é uma arrecadação do Governo Estadual de Pernambuco, que administra Fernando de Noronha, para a manutenção dos serviços públicos do local e todos os visitantes devem pagar a TPA.

O valor total desta taxa irá depender da quantidade de dias que você irá permanecer em Fernando de Noronha e ela pode ser paga online, o que eu recomendo muito, pois você já chegará no destino com tudo certo, assim como eu fiz.

Assim que você chegar no aeroporto, antes mesmo de pegar as suas bagagens, terá uma fila para apresentar ou comprovantes de pagamento ou efetuar o pagamento na hora. Eu, como fiz pela internet, quase não peguei fila e foi tudo muito tranquilo.

Ao final do processo de check-in na ilha, você receberá uma via que deve ficar com a sua hospedagem e um para fazer o check-out para sair da ilha. Guarde esses documentos pois você irá precisar muito deles.

Taxa de ingresso ao Parque Nacional Marinho (PARNAMAR)

Para acessar as áreas do Parque Nacional Marinho Fernando de Noronha, que incluem os principais atrativos da ilha, você precisa pagar um ingresso no valor de R$ 106,00 para brasileiros (esse valor irá aumentar para R$111 a partir de novembro/19) e R$ 212,00 para estrangeiros (também irá aumentar para R$ 222).

O ingresso é válido por 10 dias e você também pode comprar online pelo site Parnoronha. Ao chegar em Noronha, procure a ICMBio (que está temporariamente dentro do Projeto Tamar) e retire a sua carteirinha. Ela é fundamental para visitar muitas atrações de Noronha.


3. Como chegar em Noronha?

Os voos saindo do Rio de Janeiro e São Paulo, geralmente, giram e torno de R$ 1500 ida e volta por pessoa, mas eu consegui encontrar uma promoção de milhas no site da Smiles e emiti o meu bilhete por cerca de 39 mil milhas ida e volta, o que reduziu consideravelmente o valor total da minha viagem. Eu vi, inclusive, aéreos para julho de 2020 por cerca de 34 mil milhas ida e volta até menos do que eu paguei.

Peguei um voo Rio de Janeiro com conexão em Recife para depois chegar em Fernando de Noronha. Ao todo, foram cerca de 6 horas o trajeto e cheguei em Noronha por volta do meio-dia.

Vale lembrar que para chegar em Noronha, você precisa fazer uma conexão em Recife ou em Natal e pegar um voo de cerca de 1 hora. Os voos saem diariamente das duas capitais e quem opera esse trajeto é a Gol e a Azul.


4. Hospedagem

Ao contrário do que é muito divulgado, Noronha não é um lugar para poucos e tudo custa caríssimo, tem hospedagens para todos os gostos, bolsos e necessidades. Existem lugares confortáveis, limpos, com uma boa cama e um bom chuveiro com valores a partir de R$ 90,00 por pessoa.

Eu escolhi me hospedar no Boldró Surf House, por ser mais econômico! Mas, no geral, podemos classificar as hospedagens de Noronha da seguinte forma:

  • Pousadas de luxo – média de R$ 1.500,00 a R$ 2.500,00 a diária duplo;
  • Pousadas medianas – média de R$700,00 a R$ 1.400,00 a diária duplo;
  • Pousadas domiciliares – média de R$ 400,00 a R$ 600 reais a diária duplo;
  • Hospedagens alternativas (casas, suítes, stúdios, flats e hostel) – média de R$ 300,00 a R$ 400,00 o quarto duplo ou ainda a cama em quarto compartilhado nos hostels fica entre R$ 90,00 e R$ 180,00 reais.

Mesmo não havendo uma grande variação entre alta e baixa temporada, vale lembrar que os valores acima são de alta temporada que acontece entre Julho e Fevereiro.

Além disso, é importante ressaltar que a maioria das hospedagens alternativas dispõem de cozinha privativa ou compartilhada totalmente equipada, com isso é possível economizar na hospedagem e no dia a dia durante a viagem.

A outra vantagem desse tipo de hospedagem é a interação com a comunidade. A grande maioria das vezes é o proprietário que recebe os hóspedes. Ou seja, é impossível ir embora sem ouvir algumas boas histórias e lendas da ilha.

Ano novo em Fernando de Noronha

No geral, a maior variação de preços de Noronha está no período de Réveillon quando os pacotes de 5 diárias nas hospedagens mais simples (sem café da manhã) custam a partir de R$5.500,00 para duas pessoas em suítes com ar condicionado e banheiro privativo com chuveiro quente.

Já nos hostels, é possível achar pacotes de 5 diárias a partir de R$ 1.800,00 em quarto compartilhado com ar condicionado e camas beliche.

Boldro Surf House

Para me hospedar em Fernando de Noronha, eu escolhi o Boldró Surf House. O hostel dispõe de 2 quartos mistos para até 08 pessoas e 1 quarto feminino para até 8 pessoas, além de 3 suítes privativas que acomodam de 3 a 05 pessoas.

Boldró Surf House

O hostel oferece ainda sala de convivência com sky, lounge ao ar livre, redário, cozinha compartilhada totalmente equipada e wifi gratuito.

Os quartos compartilhados dispõem de camas beliche, ar condicionado, roupa de cama e armários individuais. O check-in é a partir das 14h e o check-out até meio dia.

Ah! Não esqueça de trazer o seu cadeado para fechar o armário, assim como em todos os hostels, no Boldró Surf House cada hóspede pode utilizar um armário!

O valor das diárias no Boldró Surf House varia entre R$ 90,00 e R$ 140,00 por cama. Eles também possuem quartos triplos com banheiro privativo, frigobar e ar-condicionado.

Para o réveillon ainda há vagas com valores a partir de R$ 390,00 a diária no quarto compartilhado para um mínimo de 5 diárias. Já as suítes ficam por volta de R$ 350,00 o duplo e R$ 5.800,00 o pacote réveillon 5 diárias.


5. Alimentação

As opções gastronômicas de Noronha são super diversas tanto em sabores, quanto em valores. Há restaurantes para todos os gostos e bolsos. A seguir, listei várias opções de acordo com diferentes orçamentos.

Restaurantes Econômicos

  • Valdênio: Aberto para almoço. Fica localizado na Vila do Trinta. Eles servem PF e o valor médio de R$ 35 por pessoa.
  • Tio João: Aberto para almoço e jantar. Fica localizado na Floresta Velha. Eles servem PF e A la Carte. O valor médio é de R$ 30,00. Faz entrega de marmitex com valor médio de R$ 25,00. Não cobra taxa de entrega. Contato (81) 3619-1424 / (81) 98759-1969.
  • Tapioca da Babalu: Aberto para o jantar. Vila dos Remédios. Serve sanduíches e tapiocas a partir de R$ 18.
  • Praça de alimentação da Vila do Trinta: Aberto para o jantar. Fica localizado na Vila dos Remédios. Tem opcões de comida japonesa, sanduíches, comida caseira e pizza.
  • Tapioca da Dejanira: Aberto para o jantar. Fica ao lado do Boldro Surf House. Serve tapioca e açaí com preços acessíveis.

Marmitas

  • Marmitex da Iolanda: Faz entrega sem taxa de cobrança para o almoço. Custa R$ 20,00. Contato (81) 98560-0983
  • Marmitex quentinha da ilha: Faz entrega sem taxa de cobrança para o almoço. Custa R$ 18,00 contato: (81) 98951- 9022

Restaurantes com valor mediano

  • Restaurante Casa do Pirata: Café da manhã tipo buffet. Custa R$ 40,00 por pessoa. Fica a 6 minutos de caminhada do Boldro Surf House
  • Empório São Miguel: Aberto para jantar e almoço. Em frente ao bosque dos Flamboyants. Self Service.
  • Burgueria gourmet: Aberto para o jantar. Em frente ao Bosque dos Flamboyants. Hamburguer gourmet.
  • Peixe da Gorete Cacimba do Padre: aberto para o almoço. Serve o tradicional peixe na folha da bananeira.
  • Açaí Raizes de Noronha: aberto o dia todo até as 23h – BR 363 em frente a escola Arquipélago. Lanches diversos, padaria, café da manhã e o melhor açaí da vida. Preço médio do Açaí R$ 32.

Restaurantes de alta gastronomia

  • Cacimba Bistrô: aberto para almoço e janta. Fica localizado na Vila dos Remédio. Não precisa reservar. A la carte. Dica: Se quiser ficar no lounge ligue para reservar. Contato: 81 36191200
  • Xica da Silva: aberto para almoço e jantar. Fica localizado na Vila dos Remédio. Não precisa reservar. A la carte.
  • Varanda: aberto para almoço e jantar. Fica localizado na Vila dos Remédio. Não precisa reservar. A la carte.
  • Mergulhão: aberto a partir das 16h até o e jantar. Fica localizado na Vila dos Remédios. Não precisa reservar. A la carte. Ligue para reservar uma das mesinhas da frente ou uma das cabaninhas. Chegue cedo, por volta das 16h e curta uma vibe incrível tomando um espumante e assistindo ao lindo espetáculo do pôr do sol. Contato: (81) 99601-0203.

Mercadinhos

Atenção! É permitido trazer itens de alimentação do continente. Não há restrição de entrada de alimentos na ilha nem na maioria das hospedagens. No Boldró Surf House, por exemplo, é permitido levar seus alimentos e bebidas. Você pode trazer sua bagagem do dia a dia com peso referente a bagagem de mão (10kg) e comprar uma mala com 23 kg para trazer alimentos.

supermercado noronhão

É super válido quando se está em grupo ou com crianças. Para quem vai sozinho o ideal é comprar alguns itens para café da manhã e lanches nos mercadinhos e supermercados da ilha o que ainda sai mais em conta do que fazer todas as refeições em restaurantes.

Tem um mercadinho a cerca de 6 minutos de caminhada do Boldró Surf House. Tem também supermercados na vila do Trinta e Vila dos Remédios. O com melhor preço é o Noronhão na Vila do Trinta. As bebidas alcoólicas também saem bem mais em conta comprando nos supermercados ou depósito de bebidas.

AmanDICA: frutas e ovos em Fernando de Noronha são meio caras. Se quiser levar frutas na mala pode te ajudar a economizar bastante!


6. Transporte em Noronha

A principal via de Noronha é a BR363 que liga o Porto de Santo Antônio à Praia do Sueste, inclusive, com seus 7 km de extensão, a BR363 é a terceira menor rodovia federal do brasil.

É a partir dessa rodovia que podemos acessar as ruas e trilhas que dão acesso as praias.

Ônibus

ônibus fernando de noronha

Há uma linha de ônibus que passa a cada 30 minutos. Eles trafegam no sentido Porto – Sueste e Sueste – Porto. Não esqueça de verificar qual a direção que pretende ir!

A passagem custa 5 reais para visitantes que devem entrar pela porta da frente. Os moradores tem acesso gratuito e entram pela porta de trás.

Táxi

taxi fernando de noronha

Há uma central de táxi chamada Nortaxi que funciona durante todo o dia e a noite. A corrida sai em média 35 reais e o preço é tabelado por trecho. O contato da nortaxi é (81) 3619-1314.

Aluguel de buggy

Para mais autonomia e conforto, é possivel alugar um buggy para se deslocar na ilha. Esse é o meio de transporte mais caro mas é também o mais prático e confortável. A diária custa em média R$300 a diária exceto revéillon quando chega a R$ 550 a diária.

Aluguel de motos

Você também pode alugar motos altas como a Bross que tem um bom desempenho em trilhas. O aluguel custa, em média, R$150 por dia e vale muito a pena principalmente se a viagem for a dois.

Dicas importantes:

  • O litro da gasolina em Noronha custa em média R$ 7,15;
  • É necessário portar a carteira de motorista para dirigir moto ou carro;
  • É proibido o tráfego de veículos nas praias. Observe as placas de aviso;
  • As fiscalizações referentes a lei seca também ocorrem na ilha;
  • Use o cinto de segurança e respeite a leis de trânsito;
  • Tem blitz da Lei Seca em Noronha.

7. Água e recursos hídricos

Em Noronha, não há uma fonte de água doce, nenhum olho d’água, rio ou riacho. Toda a água para abastecimento da população vem das chuvas e da dessalinização da água do mar.

Por isso, o abastecimento é feito a cada 7 a 15 dias dependendo de como estão os níveis de estoque de água tratada. As pousadas e casas então precisam captar o máximo de água possível e economizar para que dure até o próximo abastecimento.

O racionamento é portanto uma realidade para a população e visitantes da ilha. É preciso poupar para não faltar!

Água mineral

A água mineral tem um valor um tanto salgado na em Noronha, visto que ela chega via transporte marítimo e como pesa bastante, o valor do frete onera muito o valor final. Um garrafão de 20 litros não sai por menos de R$ 25,00 reais (apenas o refil).

Entretanto, existe uma empresa que processa água através da ionização. Não é mineral mas é ionizada e certificada. O garrafão ionizado custa R$ 15. O primeiro é comprado por R$30 com o vasilhame. Os próximos ficam por R$15 o refil. Eles entregam na hospedagem sem cobrança de taxa.

Se você vai em grupo, sai muito mais em conta comprar o garrafão. Se for sozinha, como eu, pode dividir com a galera do seu quarto no hostel ou pode comprar um só para você como eu fiz. O contato da Água da Cacimba é (81) 3619-1158.

AmanDICA: leve uma squeeze para ter sempre água com você durante os passeios!


8. Dinheiro em Noronha

Em Fernando de Noronha, você encontra duas agências bancárias: Santander (Vila dos Remédios) e Bradesco (Vila do Trinta). No aeroporto, você encontra apenas um caixa eletrônico ligado a rede 24 horas e ele quase nunca está funcionando, fica sempre sem dinheiro ou fora do ar.

Existe uma Casa lotérica que tem horário de funcionamento bem extenso, mas essa está sempre lotada e tem valor de saque bastante limitado. Por isso, é essencial sacar dinheiro antes de chegar a ilha.

Apesar de que a grande maioria das empresas de passeios, restaurantes, supermercados e o comércio aceitar cartão de debito e crédito, é importante trazer algum valor em mãos para aproveitar alguns descontos em dinheiro oferecido na hora de pagar os passeios e, principalmente, para não passar perrengue em caso de imprevistos como a rede de cartões sair do ar, por exemplo.

Não há casas de câmbio em Noronha. Se você estiver vindo com moeda estrangeira para o arquipélago, lembre de trocar antes de chegar por lá.


9. O que levar para Noronha?

É super importante trazer na mala itens como: protetor solar, óculos de sol e MUITO REPELENTE. As pousadas mais simples e hostels não oferecem shampoo, condicionador ou sabonete, por isso, lembre os seus itens de higiene pessoal.

Lembre-se de trazer também boné, chapéu, roupas UV, roupas leves, hidratante, toalha de praia, tênis, mochila, ecobag, máscara de mergulho e os remédios de uso contínuo e para pequenas emergências, além da Gopro e capinha subaquática para celular.

Alguns dos itens acima estão a venda na ilha, mas os valores são no mínimo o dobro do valor cobrado no continente.

Ah! A voltagem na ilha é de 220v. Quem quiser levar secador de cabelo e afins, fica a AmanDICA.


10. Remédios / Hospitais

Traga seus remédios de uso controlado ou de uso contínuo. Noronha dispõe de apenas 3 farmácias com uma variedade bem limitada de remédios e preços altos.

É importante trazer também aqueles remedinhos básicos que podemos precisar em alguma pequena emergência como uma dor de cabeça, resfriado ou pequeno machucado. Alguns remédios que sempre levo comigo são: Tylenol, Dorflex, Novalgina, Omeprazol e Floratil.

Na ilha não há hospitais particulares, há apenas um hospital público que atende emergências 24 horas que é o Hospital São Lucas. Os casos mais graves ou de alta complexidade são transferidos para o Recife via UTI aérea. Além disso, há uma unidade básica de saúde para atendimentos eletivos a população residente.

Curiosidade: Não há uma maternidade na ilha ou UTI neonatal. A partir de 7 meses de gestação, as grávidas devem ir para o continente para ter os bebês e podem retornar quando a criança tiver alguns dias de vida.


11. Internet e comunicação

As operadoras de celular Vivo, Tim, Claro e Oi funcionam na maior parte da ilha. A Vivo e a Tim tem sinal melhor. Há pontos específicos como algumas praias em que o sinal não chega como por exemplo a Praia do Boldró e a Praia do Sancho.

Não há internet banda larga na ilha o que significa que o sinal de wi-fi chega via satélite o que provoca muita instabilidade e lentidão. As operadoras, no geral, oferecem sinal 4G que funciona “bem” e, na maioria das vezes, dá pra usar tranquilamente o WhatsApp e subir vídeos e fotos nas redes sociais.

AmanDICA: no bairro do Boldró, onde fica o Boldró Surf House, não há sinal de celular mas eles dispõe de sinal wi-fi. Mas, na esquina do hostel, bem na calçada do Projeto Tamar ou no abrigo da parada de ônibus do outro lado da rua, há sinal de celular. Caminhe 3 minutos a partir do hostel que é sucesso!


12. Quando ir?

Basicamente, Noronha tem duas estações: a seca – que vai de agosto a fevereiro, e a chuvosa – que vai de março a Junho.

Ir na época de chuvas não significa que vai chover o dia inteiro, ou todos os dias, mas as ruas de terra ficam cheias de lama e você não vai conseguir curtir a praia todos os dias. Nesse período, me falaram que se forma uma linda cachoeira da Praia do Sancho, vale a pena visita.

Se você gosta de mar tranquilo, planeje a sua viagem entre os meses de agosto e outubro.

Quem gosta de surfar deve aproveitar o período entre dezembro e março, especialmente entre janeiro e fevereiro.

Já para quem gosta de mergulhar, o ideal é viajar em setembro e outubro, quando a visibilidade chega a quase 60 metros.

Mesmo em feriados prolongados ou períodos de férias, o arquipélago não dica lotada. As visitas as praias são sempre tranquilas! Menos o Buraco do Galego que virou uma febre após a foto do Neymar e da Bruna Marquezine.


13. Segurança

Grande parte de Fernando de Noronha fica dentro do Parque Nacional Marinho, o que implica regras, horários e limites de visitação. Algumas trilhas, inclusive, só podem ser feitas com guias credenciados pelo ICMBio. Como regra geral, não é permitido tocar, molestar ou alimentar os animais, sujeito a multas que podem passar de R$ 10.000.

Mergulhar nos locais e nos horários permitidos também garante a sua segurança, evitando acidentes com tubarões e arrecifes. No mais, fica sob a responsabilidade de cada um de não deixar lixo ou resíduos nas praias e nos parques, além de dirigir com responsabilidade, lembrando da Lei Seca que também opera na ilha.

Observe sempre as placas indicativas e a sinalização. Não ultrapasse os limites informados. Mergulhe sempre acompanhado. Não importa se o mar está tranquilo e transparente. A regra número 1 é não entre desacompanhado para mergulhar e nem para realizar snorkeling.

Em Noronha não há índices de violência urbana é possível caminhar tranquilamente a qualquer hora do dia ou da noite sem se preocupar com furtos ou assaltos. A ilha dispõe das Polícias Federal, Civil e Militar que na maioria das vezes se ocupa apenas de problemas familiares e no combate ao uso de drogas.

Aproveite cada segundo dessa ilha cheia de paz. Todos falam da beleza de Noronha, mas eu diria que essa não violência é de longe o maior mérito de Noronha.

Dica: apesar de toda tranquilidade da ilha é importante não largar seus objetos pessoais longe da sua vista até porque temos visitantes do mundo inteiro. Deixar os objetos nas barracas de praia e na areia dentro do seu campo de visão é sim super seguro.


14. O que fazer a noite em Fernando de Noronha?

Se tem uma coisa que não falta em Fernando de Noronha são baladinhas e coisas para fazer a noite. A ilha inteira se reune nos reggaes, forrós e sambinhas, é parada obrigatória pelo menos em 1 dia de viagem. Se liga na lista de festinhas que estão rolando em Noronha:

  • Quarta – forró no Bar do Cachorro (entrada R$ 50)
  • Quinta – reggae na Pizzaria Munzenza
  • Sexta – forró no Bar do Cachorro
  • Sábado – forronejo Bar do Cachorro
  • Domingo – samba depois da missa na Pizzaria Munzenza

15. Meu roteiro de 10 dias em Fernando de Noronha

A seguir, eu tentei detalhar ao máximo os meus 10 dias em Noronha. Lembrando que você pode adaptar os passeios de acordo com a quantidade de dias que você tem para a sua viagem! Opções não faltam em Fernando de Noronha e tenho certeza que você irá embora com gostinho de quero mais!

Dia 1 (20/10) – Chegada

  • Transfer aeroporto @Noronha_tour
  • Retirar a Carteirinha de Acesso ao Parque Nacional e Marinho
  • Agendamento trilha Atalaia Curta
  • Paleta da Ilha – R$ 6
  • Pôr do Sol na Praia do Boldró
  • Jantar no Boldró – R$ 30

Dica sobre o transfer do aeroporto: A grande maioria das hospedagens da ilha tem parceria com as empresas de passeios. Essas empresas fazem o transfer de chegada gratuito e caso o hóspede feche passeios com eles, o transfer de volta fica como cortesia!

Essa é uma ótima forma de economizar com o transporte de ida e volta para o aeroporto! No meu caso, como eu fiz passeios com o receptivo @Noronha_tour tanto o meu transfer de ida e volta foi providenciado por eles!

Dia 2 (21/10) – Ilhatour (Mirantes da Ilha)

  • Café da manhã no Hostel;
  • Fortinho do Boldró;
  • Praia do Leão;
  • Mirante do Sueste;
  • Pic Golfinho-Sancho (Mirante da Baía dos Porcos, Mirante da Baía dos Golfinhos e Mirante do Sancho);
  • Pôr do Sol na Praia do Bode + Contemplação de estrelas;
  • Jantar Tapiocaria Babalu – R$ 30

Esse passeio privativo com ensaio fotográfico feito guia @lito.noronhafotos, custa R$ 600,00 por pessoa, além das despesas com transporte e gasolina.

Numa versão mais econômica, esse mesmo passeio feito em grupo de 10 pessoas custa em torno de R$ 215,00 por pessoa feito carros tipo 4 x 4, com ida e volta da sua hospedagem.

Dia 3 (22/10)

  • Snorkel no naufrágio da Praia do Porto
  • Mirante do Buraco da Raquel + Praia da Caiera
  • Museu dos Tubarões
  • Almoço quentinha do Tio João = R$ 36
  • Praia da Cacimba + Baía dos porcos
  • Jantar na Comida da Tia Chica – R$ 30

Dia 4 (23/10) – Passeio de Barco

  • Passeio de Barco Tradicional @Noronha_tourR$ 215
  • Almoço na Tia Regina (na praia do Porto) – R$30
  • Enseada dos tubaroes
  • Praia do Cachorro
  • Praia do Meio
  • Snorkel e Pôr do Sol na Praia da Conceição
  • Jantar na Tapiocaria da Babalu – R$ 27

Dia 5 (24/10) – Mergulho de Cilindro

  • Mergulho de cilindro com a @atlantisdiversR$ 740
  • Almoço na Tia Regina – R$ 34
  • Caiaque transparente @akoyanoronha R$120/hora
  • Açaí e raizes – R$ 28
  • Por do sol Morro do Piquinho – R$ 150
  • Jantar na Babalu – R$ 20

Sobre o Mergulho de Cilindro

Se você curte mergulhar e tem seus equipamentos, sugiro que você traga para a ilha para que você possa economizar! A @atlantisdivers oferece um serviço impecável, o mergulho é feito embarcado e com muita segurança. No barco tem snacks e os instrutores são muito atenciosos e profissionais! Eu fiz em Noronha meu primeiro mergulho depois de ser certificada em Arraial do Cabo, portanto, estar com uma equipe de profissionais de confiança fez toda a diferença no meu mergulho!

Ah! Eles oferecem mergulhos para mergulhadores credenciados e de primeira viagem que querem fazer o batismo! Os pontos de mergulho variam de acordo com as condições do mar e se você quiser registrar esse momento especial, você pode ainda contratar as fotos da @Allangle depois do passeio, diretamente na loja da Atlantis Divers que fica perto da Praia do Cachorro.

Dia 6 (25/10) – Atalaia Curta

  • Trilha auto-guiada Atalaia curta (agendada no primeiro dia na ICMBio)
  • Almoço no Restaurante do Valdênio – R$ 30
  • Pôr do Sol na Praia do Boldró (canto direito)
  • Jantar no Restaurante Salviano – R$ 44
  • Forró Bar do Cachorro – R$ 50

Dia 7 (26/10) – Piscinas Naturais

  • Tour Piscinas Naturais – R$ 150
  • Snorkel na Praia da Conceição
  • Almoço no Restaurante da Mãezinha – R$28
  • Pôr do Sol Forte Nossa Senhora dos Remédios
  • Jantar Tapiocaria da Babalu – R$ 30

Dia 8 (27/10)

  • Snorkel Morro Dois Irmãos
  • Almoço açaí e raízes – R$ 44
  • Pôr do sol no Fortinho do Boldró
  • Jantar na Burgueria – R$ 38

Dia 9 (28/10) Ilha Tour (Secret Spots)

  • Nascer do Sol na Canoa Havaiana @noronhacanoeclube: R$180
  • Travessia Cachorro-Porto: R$ 150
  • Almoço Restaurante Tia Regina: R$40
  • Passeio Entardecer VIP @Noronha_tour: R$ 250
  • Jantar Creperira Euphoronha: R$70

Sobre o Passeio de Canoa Havaiana

Essa é um experiência linda em Noronha! O passeio é feito em grupo e dura 2 horas. Nele você consegue ver o nascer do sol na Ponta do AirFrance e faz uma paradinha para snorkel na Praia da Conceição! Eu tive a sorte de cruzar com alguns golfinhos no meio do caminho e foi uma experiência mágica!

Sobre o Passeio Entardecer VIP

Esse é um passeio complementar ao barco tradicional! No Entardecer VIP, você se diverte com as pranchas puxadas pelo barco e o mini churrasco servido na Praia da Conceição. Nesse tour, você vê o pôr do sol do barco e o trajeto não é de ponta a ponta como é feito no Barco Tradicional.

Dia 10 (29/10)

  • Relaxar na Praia do Sancho
  • Almoçar no Restaurante do Tio João – R$ 30
  • Pôr do Sol no Fortinho do Boldró
  • Jantar no Restaurante do Valdênio – R$ 35

Sobre a Praia do Sancho

A praia do Sancho foi eleita 4 vezes como a praia mais bonita do mundo! Para chegar nela você deve fazer a trilha PC Golfinho-Sancho e você tem horários controlados para descida e subida até a praia. A medida foi adotada para evitar filas, uma vez que a única forma de acessar a praia por terra é a escadaria encravada da rocha que é estreita e exige um certo cuidado no deslocamento. Se liga nos horários de descida e subida:

horários de descida e subida praia do sancho

Mais opções de trilhas e passeios

  • Trilha do Capim Açu: com duração média de 7 horas, o acesso a essa trilha é feito somente com guia credenciado. Valor médio é de R$ 300,00 por pessoa.
  • Trilha Pontinha – Caeiras: com duração média de 4 horas, o valor médio da trilha é de R$ 130,00 por pessoa.
  • Trilha Morro São José: com duração media de 2 horas, o valor médio da trilha de R$ 150,00 por pessoa. Não deixe de fazer essa trilha! A caminhada é curta e tem um grau médio de dificuldade, mas tem o acesso a uma piscina natural incrível!

ATENÇÃO: as trilhas listadas acima necessitam de acompanhamento de um guia credenciado e de agendamento prévio, não podendo ser feita pelo guia ou agência. As reservas abrem com 3 dias de antecedência. Lembre te ter com você a carteirinha de acesso ao Parque Nacional Marinho que você pagou para visitar em Noronha.

  • Travessia Porto – Cachorro: com duração media de 2 horas, a travessia é incrível e você pode observar a vida marinha e acessar lindas paisagens. Não necessita agendamento prévio! É importante estar acompanhada de um guia nativo. Valor médio de R$ 150,00 por pessoa.

16. Lugares para ver pôr do sol

O que não falta em Noronha são lugares incríveis para ver o pôr do sol, você pode facilmente apreciar em um lugar diferente todos os dias da sua viagem. A seguir, listei os lugares mais tradicionais!

Para por conta própria

  • Fortinho do Boldró;
  • Praia do Bode ou Pedra do Bode;
  • Cacimba do Padre;
  • Praia do Porto;
  • Ponta do Air France;
  • Forte dos Remédios;
  • Praia da Conceição ou Bar do meio;
  • Capelinha de São Pedro.

Para ir com guia

  • Trilha do Piquinho.

Para ver o Nascer do Sol

  • Ponta do Air France;
  • Buraco da Raquel.

17. Quanto custa viajar para Fernando de Noronha?

O meu roteiro econômico de 10 dias em Fernando de Noronha, foi todo realizado em parceria com a agência @PartiuNoronha. O nosso objetivo foi mostrar que é super possível viajar para Noronha gastando pouco! O arquipélago conta com muitas opções e o destino é sim super democrático.

Inclusive, nesse meu roteiro, eu economizei em alguns pontos, gastei mais em outros e dá sim para economizar ainda mais na ilha. Tudo depende do tipo de viagem que você deseja fazer! A seguir, além de todos os preços que já coloquei no roteiro, eu fiz um compilado com um valor aproximado de quanto gastei em cada item da minha viagem e espero te ajudar.

Passagem aérea: R$ 0 (34 mil milhas)
Alimentação:
R$ 711
Hospedagem:
R$ 900
Passeios:
R$ 1040
Transporte na ilha: R$ 660
Taxas ambientais:
R$ 732
TOTAL POR PESSOA = R$ R$ 4.043

Atenção! Se você curte fazer snorkel, tente levar de casa o seu equipamento. Assim você irá economizar bastante em Noronha. Isso porque, vários passeios exigem aluguel de máscara ou pé de pato, por exemplo, e você pagará R$10 pela diária de cada um deles.

Se você tem um orçamento um pouco maior, separe mais cerca de R$ 740 para mergulhar em Noronha, é uma experiência incrível e a visibilidade do mar é demais!


18. Tour fotográfico

Muitas pessoas me perguntaram como eu fiz para tirar as minhas fotos em Noronha ou me pediram indicação de fotógrafo para ensaios na ilha. Então segura essa AmanDICA!

Créditos: Lito Noronha

O Lito (@lito.noronhafotos) é um fotógrafo nativo de Fernando de Noronha e ele realiza tours fotográficos. O que seria isso Amandinha? Ele te leva para conhecer a ilha e de quebra faz fotos iraadas!

Eu fiquei alguns dias com eles e o resultado foram as fotos que vocês podem conferir no meu Instagram (@prefiroviajar). A minha viagem quase inteira foi acompanhada por ele, mas os tours queridinhos da galera são: o Ilha Tour Tradicional e o Secret Spots que são lugares mais secretos da ilha.

Vale ressaltar que na conta de gastos da viagem, eu somei opções de tours em grupo, pois os tours oferecidos pelo Lito, incluindo a sessão de fotos custa, em média, R$ 500 por pessoa. Mas vale suuuper a pena o investimento, as fotos ficam sensacionais!


19. Sobre a Partiu Noronha

A @PartiuNoronha é uma agência e central de reservas genuinamente Noronhense que oferece as melhores opções de suítes e aluguel de casas para temporada, hostel e pousadas em Fernando de Noronha, além de passeios, trilhas e roteiros personalizados.

Por que eu escolhi a Partiu Noronha?

Para realizar meu sonho de conhecer a ilha, eu não queria um roteiro padrão ou curtir apenas os lugares tradicionais da ilha, por isso, procurei uma empresa de nativos! Sim, tentei ao máximo estar perto de estabelecimentos e pessoas que conhecem de verdade Noronha!

Então sabe aquela dica que só o nativo pode te dar? Então, a Partiu Noronha pode te ajudar. Eles são especialistas no destino, justamente porque são da ilha! Eles em a elaborar não só esse guia completão, mas também me ajudaram a planejar todos os meus dias na ilha e eu tive todo o suporte necessário durante o tempo que eu estava lá!


20. Projetos importantes

Se tem uma coisa que não falta em Noronha, são projetos incríveis focados na preservação do arquipélago e da fauna e flora da região! A seguir, vou contar sobre 3 deles que descobri enquanto estava por lá.

Projeto Tamar

O Projeto Tamar faz um trabalho incrível de preservação e estudo das tartarugas marinhas em Fernando de Noronha.

Chegando ou saindo para as atividades que você escolher fazer em Noronha, você pode dar uma passadinha por lá. O espaço tem esculturas, lanchonete, uma lojinha de roupas com renda revertida para a causa, mas o grande atrativo está nas palestras gratuitas ministradas todas as noites.

Cada dia eles falam sobre um tema diferente, como, por exemplo, Tubarões, Golfinhos e até sobre a história da ilha.

Passe no Tamar e solicite a agenda de palestras da semana. Há ainda um espaço cultural onde há shows em dias comemorativos! Para saber mais sobre o Projeto Tamar acesse o site do Projeto.

Dica: solicite também a agenda de capturas intencionais de tartarugas. Quando o pesquisador tira a tartaruga da água para estudá-la e/ou colocar anilhas de identificação. Vale muito a pena ver esses lindos animais de pertinho e acompanhar o trabalho do projeto Tamar. O momento da devolução da tartaruga para o mar é emocionante. Imperdível!

Projeto Golfinho Rotador

O Projeto Golfinho Rotador desenvolve programas de pesquisas e estudo para a proteção da espécie Stenella Longirostris conhecida como Rotador de Noronha. Além disso, o projeto promove ações de educação ambiental, envolvimento comunitário e sustentabilidade há 29 anos no arquipélago.

A sede do projeto fica no bairro do Boldró bem ao lado do hostel em que me hospedei. A dica é visitar a sede e conversar com os pesquisadores!

Tente encaixar em algum dos seus dias, uma caminhada pela trilha do golfinho onde se pode ver a baía dos golfinhos e com sorte avistar os rotadores. Os pesquisadores dispõe de binóculos. Essa trilha é feita ao amanhecer, super cedo por volta das 5:30 da manhã. Não é necessário guia. A dica é ir de taxi! A entrada para a trilha é feita pelo PIC (Posto de Identificação e Controle) da Baía do Sancho.

Para saber mais sobre o Projeto Golfinho Rotador acesse o site do projeto.

Noronha Plástico zero

Desde abril de 2019, o decreto distrital 002/2018 proibiu a entrada, o uso e comercialização de plásticos descartáveis na ilha de Fernando de Noronha. Isso mesmo!!! A população e os visitantes ainda estão se adaptando a novidade, mas essa foi, sem dúvidas, um grande marco nas ações de preservação do meio ambiente do Brasil!

O que não pode mais entrar e ser consumido em Noronha:

  • Garrafas plástica com capacidade inferior a 500ml;
  • Canudos, talheres e copos de plástico descartável;
  • Sacolas plásticas;
  • Embalagens descartáveis de isopor;
  • Qualquer outro produto descartável de polietileno, polipropileno e similares.

Dica: como os supermercados não tem sacolas, leve a sua ecobag ou mochila e não passe perrengue na hora das compras!

Para saber mais sobre o Projeto Noronha Plástico Zero acesse o site do projeto.


21. Telefones Úteis

  • Delegacia: (81) 3619-1343
  • Hospital São Lucas: (81) 3619-1344
  • Aeroporto: (81) 3619-1311
  • Água da cacimba: (81) 3619-1158
  • Nortaxi: 81 36191314
  • Marmitex com entrega grátis:
    Marmitex Tio João: (81) 3619-1424 / (81) 98759-1969
    Marmitex da Iolanda: (81) 98560-0983
    Marmitex Quentinha da ilha: (81) 98951- 9022
  • Boldró Surf House: (81) 3619-1331
  • Agência Partiu Noronha: (84) 98115-0583 (whatsapp e vivo)
  • Lito Noronha: (84) 99632-9696 (whatsapp)
  • Atlantis Divers: (81) 3619-1371
  • Noronha Tour: (81) 3619-1134
  • Danilo (Canoa Havaiana): (81) 9986-26175
  • Stand Up + Mergulho no posto: (81) 99848-2073

22. Descontos para sua viagem

Quer viajar para Fernando de Noronha e ainda economizar nos passeios? Eu descolei um CUPOM PROMOCIONAL para os leitores aqui do blog com a @lito.noronhafotos e a @partiunoronha!

Dizendo que você leu esse artigo, você ganha 10% de desconto nos TOURS FOTOGRÁFICOS do @lito.noronhafotos e nos ROTEIROS PERSONALIZADOS da @partiunoronha e 5% de desconto nas HOSPEDAGENS PARCEIRAS da @partiunoronha.

Só entrar em contato com eles e pedir mais informações!


23. Dicas e curiosidades

  • Na ilha não tem cobras, mas tem muitas Mabuyas, uma espécie nativa que parece um lagartinho. Elas amam entrar na bolsa, principalmente, se tem comida dentro dela;
  • Em Fernando de Noronha a voltagem é de 220v;
  • Não é permitido o uso de paus de selfie longos nas praias do Parque Nacional, passível de multa, por isso, eu levei apenas a boia da GoPro para os parque e deixei as selfies para os mirantes;
  • Quer chegar em Fernando de Noronha arrasando? Então, assim que comprar o seu aéreo, tente reservar o assento na janela do lado esquerdo;
  • A tábua das marés influencia diretamente na formação das piscinas naturais em Fernando de Noronha, por isso, na hora de montar o seu roteiro, lembre de ficar atento a esse detalhe;
  • Em Fernando de Noronha, não existe um prefeito, a ilha é administrada pelo governador de Pernambuco;
  • Os parentes de Nativos também pagam taxa para entrar na ilha exceto quando recebem uma carta convite de morador que tem um processo burocrático assim como funcionários de fora que vão trabalhar na ilha.

 Você curte as minhas dicas? Então já segue o @prefiroviajar no Instagram pra acompanhar as minhas viagens em tempo real! 

VAI VIAJAR? ENTÃO RESERVE AQUI!

Você sabia que quando você faz uma reserva com um link aqui no blog, nós ganhamos uma pequena comissão? Você não é taxado a mais por isso e ainda ajuda o Prefiro Viajar a produzir mais artigos de qualidade! Então, bora reservar?

Passeios e ingressos: TourOn e Get Your Guide
Hospedagem: BookingAirBnB e Hoteis.com
 Seguro viagem: Real Seguro e Seguros Promo
 Passagens aéreas baratas: Passagens Promo
 Aluguel de carro: Rent Cars
 Dinheiro pro exterior: Transferwise

Sobre o autor

Amanda Antunes

Amanda Antunes

Olá! Eu sou Amanda. Sou publicitária, criativa e apaixonada por fotos e viagens. Ao todo foram 3 intercâmbios e 42 países visitados. São muitas histórias para contar, porque eu Prefiro Viajar!

8 Comentários

Deixe um comentário