Pelo mundo

O que fazer em Santiago, Chile? Roteiro e guia completo com dicas e preços!

Quem me acompanha no Instagram (@prefiroviajar) sabe que em julho/18, eu curti 12 dias em Santiago Chile e arredores à convite da agência Alfatur Chile e nesse artigo eu estou pronta pra compartilhar todas as dicas e curiosidades que eu aprendi com vocês!

Nesse artigo você vai ler sobre:


Sobre Santiago, Chile

Com mais de 5 milhões de habitantes, Santiago é hoje é uma das cidades mais famosas do mundo quando o assunto é turismo, principalmente, para nós brasileiros. Dividida entre Comunas e Barrios, a Santiago está localizado na Região Metropolitana de Santiago, a atual capital do Chile.

Confesso que no começo não sabia o que fazer em Santiago, achei que seria apenas mais uma cidade grande, mas estava muito enganada. Santiago fica bem no coração de uma região muito rica, muito próxima às Cordilheiras dos Andes, grandes vinícolas, estações de ski, parques e belezas naturais inigualáveis.


Visto

O Chile é um país que não exige visto para brasileiros, por isso, apesar de eu sempre usar passaporte, dessa vez eu viajei para Santiago apenas com identidade. Nunca tinha feito isso e resolvi testar. Foi super tranquilo.

Mas lembre-de que a sua identidade deve ter menos de 10 anos de emissão e identidade militar não é válida para viagens internacionais. Nesse caso, você precisará de passaporte.


Como chegar em Santiago?

Chegar em Santiago é bem simples com um voo direto de 4 horas eu estava na capital Chilena (se você for de manhã sente do lado esquerdo na janela, a vista é de cair o queixo). Acho que, inclusive, esse é um dos trechos mais em conta para viajar na América Latina que tenho visto ultimamente. Eu vira e mexe encontro ida e volta no site da Multiplus por 10.000 mil milhas o trecho.

As cias aéreas que voam do Brasil para Santiago são Gol, Latam e Aerolíneas Argentinas. E, sei que existem voos diretos saindo de São Paulo e Rio de Janeiro.

Outra opção pra economizar é utilizar sites como 123.milhas e MaxMilhas. Por exemplo, nessa viagem, usei as minhas milhas pra comprar a ida e peguei a volta no 123.milhas.


Moeda e Câmbio

A moeda oficial do Chile é o peso chileno. A cotação de julho de 2018 estava flutuando entre 160 e 162 pesos a cada 1 real.

Para trocar dinheiro, sugiro que você vá até a Calle Agustinas no centro de Santiago. É lá que tem as melhores cotações e eu sugiro a JM Cambio e a Laser. As duas são de confiança e nunca tiveram casos de notas falsas!

Caso seja final de semana, você encontra Casas de Câmbio no Shopping Parque Arauco e no Costanera.

Dica: não troque no aeroporto e nem traga pesos do Brasil, só se for algo muito urgente! A cotação é muito inferior do que das Augustinas.

O que é melhor: levar dólar ou real?

Em julho/18, eu  preferi levar real e foi a melhor coisa que eu fiz. A cotação do dólar no Brasil estava absurda (quase R$4,10) e eu fiz as contas e acabava perdendo 2 vezes no câmbio. Mas, se você tiver euros e dólares de outras viagens vale a pena levar hein!


Idioma

Espanhol é o idioma oficial no Chile, mas confesso que até agora o Chile foi o país que achei o espanhol mais enrolado (risos). Por isso, mesmo eu falando um portunhol bem enrolado, eu quase que falei português o tempo inteiro. Todos me entendiam e falavam espanhol devagar para facilitar a comunicação! Não tive nenhum problema e nem precisei apelar para o inglês.


Onde se hospedar?

Uma coisa que achei muito interessante em Santiago é a variedade de bairros legais para se hospedar. A seguir, eu vou tentar explicar o que eu aprendi durante esses dias que estive na cidade e qualquer dúvida é só deixar nos comentários.

Santiago Centro

Como essa foi a minha primeira vez em Santiago, eu escolhi seguir as dicas da Alfatur e ficar no centro da cidade. Eu fiquei hospedada em um Hotel Casa Zañartu que além de super fofo e histórico, fica bem perto de tudo e do metrô. No centro, você também encontra hostels super legais como Hostal La Casa Rosa, Santiago Backpackers Happy House Hostel

Um ponto bom de ficar no centro é que você consegue turistar bastante a pé e tem muitos restaurantes baratos! Mais pra frente falarei sobre isso.

Providencia

Muitas pessoas falam que Bellavista (que falo mais a seguir) e Providencia são os melhores bairros para se hospedar. Isso porque Providencia é uma comuna que tem um ar super jovem e quem fica em Providencia, também está próximo a muitos restaurantes e também do famoso Shopping Costanera.

Hostels para se hospedar: o Hostal ProvidenciaEgali Hostel Santiago são super famosos entre os brasileiros.
Hotéis legais para se hospedar:
Hotel Diego de Almagro ProvidenciaHotel Boutique ReyallPark Plaza Bonaparte Boutique Ladera Boutique Hotel.

Bellavista

Como eu disse anteriormente, Bellavista é uma comuna bem mais turístico. Por lá, você encontra o famoso Pátio Bellavista e a Rua de bares e noitada Pio Nono. É ótimo pra quem curte festas e agitação!

Hostels e apartamentos para se hospedar: Bellavista ApartmentsBella 269 The Bellavista Hostel.
Hotéis legais para se hospedar: The Aubrey Boutique HotelThe Hip Santiago HotelTinto Boutique Hotel.

Lastarria

Eu achei Lastarria (pertence também ao centro de Santiago) um barrio super boêmio e bem hispter. Tem varias lojinhas e restaurantes bem fofos, sem falar que fica pertinho do Cerro Santa Lúcia! É um bom lugar para se hospedar!

Hostels e apartamentos legais para se hospedar são: Poker HostalLastarria Santiago Suite Apartments e Lastarria Bellas Artes Apartments
Hotéis legais para se hospedar são:
 Hotel Luciano KHotel Montecarlo Santiago, Hotel Cumbres LastarriaThe Singular Santiago.

Mais lugares para se hospegar

Mais lugares legais para se Hospedar: Rua Paris com LondresBarrio Itália e Las Condes.


Como se locomover em Santiago?

Metrô – Andar de metrô em Santiago é algo bem fácil. A cidade tem o melhor sistema de metrô da América Latina, são mais de 120 estações de metrô. Ao todo, são 7 linhas de metrô mas a linha vermelha te leva para quase todos os pontos turísticos da cidade. Você inclusive pode ir até a famosa vinícola Concha y Toro de metrô é só pegar a linha 4A.

Bicicleta – Se você quer turistar por Santiago, pode baixar o app do Itaú que se chama MybikeSantiago e pedalar pela cidade. Tem postos de locação e devolução de bikes por todo lado!

Carros particulares – Uma dica pra se locomover à noite: use Uber e Cabify. Evite os taxistas pois eles são famosos por dar golpes em turistas. Eles cobram a mais, passam notas falsas e sempre tentam fazer algo contra os turistas. Use os apps e economize! Mas lembre de ir na frente e evite parar perto de policiais, os apps ainda são ilegais no Chile.


Onde fazer compras em Santiago?

Shoppings – No Shopping Cantanera é o mais famoso de Santiago e nele você encontra muitas marcas americanas e europeias, além de encontrar o famoso mercado Jumbo. No segundo andar, você pode mostrar a sua identidade que eles oferecem vários descontos para brasileiros!

Já o Mall Sport é um shopping para amantes de esportes. É um shopping focado 100% nesse público e conta com muitos produtos diferentes de marcas como Nike, Adidas e Puma! Outros shopping legais são: Shopping Arauco e Vivo Shopping.

Brechós – o melhor lugar para comprar roupas de frio em Santiago são nos brechós da Rua Bandera (no sentido Mercado Central). Você encontra roupas de ski, botas, casacos, gorros, luvas, cachecol e muito mais! Vale bem a pena!!!

Feirinhas – Tem uma feirinha perto do Cerro Santa Lúcia que tem muitas coisas diferentes, casacos peruanos e muita lembrancinhas. Outra feirinha bacana é a que fica em frente à Estação Baquedano perto da Pio Nono. Achei umas coisas super fofas lá!

Mercado – Dois mercados muito famosos pra fazer compras são o Jumbo e o Líder. O segundo costuma ser muito barato e tem o preço ótimo pra vinhos também. O Jumbo é tipo um parque de diversões, você se perde lá dentro e vê muuuitas coisas diferentes! Fiz compras também em mercados de rua e comprei lanches por cerca de 1.000 pesos o sanduíche, por exemplo.

Vinho – O lugar mais barato pra comprar vinho é no Mercado Mayorista Super 10, no Mercado Líder e nas Botillerías (lojas de rua) de Santiago. O Jumbo, apesar de ser um pouco mais caro, também tem bastante variedade de vinhos.

Chocolates – No lado esquerdo do Mercado Central, você encontra uma feirinha que é o melhor lugar para comprar chocolate. Eu comprei 3 barras (1 de Milka, 1 Sauhn-Nuss e 1 Golden Nuss) por 3.500 pesos, bem mais barato que o Jumbo, por exemplo.


Quando ir em Santiago, Chile?

Frio e neve – Se você está buscando frio e esportes de neve, tente ir pra Santiago a partir do final de maio à setembro. Agora em julho, o frio era bem suportável e, em alguns momentos do dia, até de casaco fino eu andava pela cidade. Mas não se engane! A temperatura muda muito em Santiago e, apesar de ter dias mais ensolarados, as noites são bem frias, chegando até a temperaturas negativas.

Dica: no inverno, é quando as chuvas são mais frequentes. Por isso, se chover corra para o mirante mais próximo e aproveite o céu limpo, pois quase todos os dias a neblina é muito forte devido a poluição.

Flores e melhores temperaturas – De outubro a janeiro é quando as vinícolas estão florescendo e a temperatura sobe e fica bem mais quente!

Altas temperaturas e uvas – Já em fevereiro é quando as vinícolas estão cheias de uvas e as colheitas recomeçam. Dizem que é uma época linda de visitar Santiago também. Eu fiquei super curiosa.


Quanto tempo ficar?

Nessa minha viagem, eu tirei 12 dias para conhecer Santiago e arredores. Siim, eu comecei a ler sobre a região e me empolguei, mas acho que escolhi o tempo ideal para explorar bem a região e mostrar o máximo de coisas para vocês!

Entre 3 e 4 dias – Acho que essa é uma viagem que precisa ser repetida, é ideal para curtir um feriadão no Brasil. Nesse período de tempo, você consegue optar por 1 atração de cada estilo. A minha sugestão de roteiro seria: 1 vínicola, 1 dia de neve, 1 dia em Valparaíro e Viña Del Mar e 1 dia em Santiago.

Entre 5 e 7 dias – Se você quer explorar mais a fundo Santiago e arredores, entre 5 e 7 dias é o ideal. Você faz bastante coisa e não precisa abrir mão de atrações interessante.  A minha sugestão de roteiro seria: 2 dias em vínicolas, 1 dia na neve, 1 dia em Valparaíro e Viña Del Mar, 1 dia em Santiago, 1 dia de compras e 1 dia em Cajon del Maipo.

Entre 8 e 12 dias – Agora sim! Se você tem tempo para explorar Santiago sem pressa, eu sugiro que que faça como eu. Meu roteiro foi feito com dias livres e lugares em diferentes. A seguir você encontrará mais detalhes, mas fui muito feliz com os dias que passei pela capital chilena.


Como usar internet?

A internet do Chile foi uma grande surpresa. Empresas de telefonia como Movistar, Claro, Wom e Entel oferecem recargar a partir de 2.000 pesos com redes sociais liberadas (incluindo Instagram) e velocidade 4G por 7 dias. Eu Achei ótimo e você faz a recarga em lojas físicas ou pela internet!

Os chips só vendidos em lojas físicas, estações de metrô, bancas de jornal e custam apenas 1.000 pesos. Ah e se você for Claro no Brasil, pode habilitar o seu celular para ser utilizado por apenas R$ 9,90.


Roupas de frio e neve

No geral, quem vai para lugares muito frios ou fazer esportes na neve, aconselha-se a utilização de 3 camadas de roupa: a segunda pele, o fleece e o casaco. Se você for para neve, sugiro que use calça, casaco e bota impermeável.

Eu levei as 3 camadas para Santiago, mas só usei duas: a segunda pele e o casaco. Mas vi pessoas que pegaram nevascas e tiveram que usar as 3 camadas! As minhas peças foram:

  • Casaco e calça impermeável The North Face
  • Segunda pele (calça e blusa) Wedze e Quechua (vendidas na Decathlon)
  • Meias de lã e luvas Wedze (vendidas na Decathlon)

Alugar, comprar em Santiago ou levar do Brasil?

Alugar, comprar ou levar do Brasil? Essa foi uma das perguntas que mais recebi pelo Instagram. Então lá vai a minha resposta.

Para esquiar: se você deseja começar um novo esporte sugiro que você invista em marcas como The North Face que você terá roupas para sempre.

Se você estiver querendo economizar, pode usar roupas mais baratas que são também vendidas na Decathlon ou até deixar pra comprar nos brechós de Santiago (vou falar mais sobre isso abaixo).

Agora, se você quer apenas fazer aulas, sugiro que alugue seus equipamento em lojas Chilenas como a Skiando. Eles alugam o kit completo para esquiar por 40 mil pesos e o kit completo pra andar na neve por 30 mil pesos. Você também pode alugar coisas individuais também como casaco, calça e bota impermeável (8 mil pesos cada), óculos de ski (4 mil pesos) e por aí vai…

Para usar em Santiago: compre nos brechós do centro da cidade. No final da rua Bandera (sentido mercado central), você encontra casacos maravilhosos por menos de R$ 100. É absurdo de barato! É uma loja do lado da outra!

DICA: Compre a segunda pele no Brasil. Eu usei TODOS os dias a calça da segunda pele e em dias de neve sempre fui com a parte de cima!


Onde comer?

Comer em Santiago pode ser algo muito caro, mas achei um dos lugares com mais restaurantes incríveis que eu já visitei em todo mundo. Tem opções para todos os orçamentos e gostos. A seguir, eu fiz uma lista e espero que ajude no seu planejamento.

Preços Baratos

Para economizar você pode comer lanches como Mc Donalds, cachorro quente no Dominó e no Doggis (prove o completo ou o italiano com palta que é abacate) ou você pode comer o famoso “menu Del dia” que tem entrada, prato principal, bebida e sobremesa no Pátio de comidas por apenas 3.500 pesos. Ah! E, tem também a “Hora feliz” no restaurante italiano La picola Itália, com pratos a partir de 2.000 pesos.

Preços Médios

Com preços mais acessíveis eu super recomendo dois restaurantes: Lá Diana e Café Palermo. Eles são pouco frequentados por brasileiros e são incríveis. O Café Palermo, por exemplo, é um restaurante uruguaio que fica em Providencia e possui apresentações de stand up todos os dias e sobremesas maravilhosas.

Se você curte paletas e gelatos, você precisa conhecer a famosa Helateria Empório de Lá Rosa é apenas SENSACIONAL. Ela foi considerada uma das 25 melhores do mundo!

Preços elevados

O Pátio Bellavista é um local que reúne muitos restaurantes famosos. Entre eles estão Como Água para Chocolate, Tambo, 100 montaditos, pizza factory, Killkener, Kross Bar. Já fora do Pátio, você encontra o Galindo que é bem forte na culinária Chilena!

Alguns outros restaurantes bem famosos de Santiago são: Ocean’s Pacific, Restaurante Giratório, Bali Hai, Pelucaria Francesa, Boca Nariz e o Mestizo no Parque Bicentenário.

O Restaurante El Galeon no Mercado Central também é muito famoso para comer a Centolla (um crustáceo de Águas pronfundas e geladas encontrada apenas no Chile e nas regiões polares). A Centolla mais barata custa 59.000 pesos e comem até 3 pessoas. Eu fui e super recomendo!

Delivery no hotel

Se você estiver no seu hotel ou hostel, uma opção legal é pedir para entregarem no seu hotel. Para famílias, pode valer bastante a pena. Os apps mais usados em Santiago para entregas são Uber Eats, Pedidos Ya e Glovo.


O que provar e comer?

Assim que cheguei em Santiago saí perguntando tudo o que eu precisava comer antes de voltar para o Brasil. Se liga na minha listinha de coisas pra provar:

  • Pastel de choclo;
  • Chorrillanas;
  • Chicha;
  • Empanadas assadas do forno a lenha;
  • Chocolate Super 8 e Sauhn-Nuss;
  • Completo com palta;
  • Pan de Huevo;
  • Suco de framboesa das barraquinhas;
  • Centolla;
  • Machas a la Parmesana;
  • Terremoto;
  • Pepino Dulce;
  • Medonzinos;
  • Calzones rotos;
  • Mote con huesillos.

Festas e baladas

Definitivamente, Santiago é uma cidade ótima para quem curte uma boa noitada. Toda segunda (sim segunda) rola uma festinha babado na Jammin Club e toda quarta tem Miércoles Poh, uma festa focada em intercambistas e brasileiros não pagam!

Pub Crawls

Uma opção bem legal pra curtir a noite de Santiago, principalmente, para quem está viajando sozinha é se juntar a um pub crawl que é um tour noturno que passa por diversas baladas e bares.

Eu fiz o tour Drinking and Dancing da Happy Ending tour que passava por baladas mais caras no bairro Vitacura. O valor da noitada foi $50.000. Eles me pegaram no hotel, tinha fotógrafo, drinks nas 3 paradas e entrada inclusa. Eu ameeei e me diverti muito!!!

Se você quiser economizar, pode também fazer o pub crawl mais barato que fica na Pio Nono 280 segundo piso na Bellavista. Esses custam entre 10 e 20.000 pesos por pessoa e dizem que também é bem legal!

Bares

Uma indicação de um seguidor foi o Capricho Cariño um bar LGBT que parece ser muito legal. Além disso, vale muito a pena provar Terremoto ($2.700) no bar La Piojera. Quem curte cerveja artesanal vai se amarrar nos pubs Killkener e Krossbar no Pátio Bellavista.


O que fazer em Santiago?

  • Esquiar e neve: Farellones, La Parva, El Colorado, Valle Nevado e Cajon Del Maipo.
  • Parques: Cerro San Cristobal, Cerro Santa Lúcia, Parque Forestal e Parque Bicentenário.
  • Mirantes: Cerro San Cristobal e Sky Costanera.
  • Vinícolas: Undurraga, Santa Rita e Concha y Toro.
  • Pubcrawl: Happy Ending Tours e xxxxxx.
  • Centro histórico: Palacio de La Moneda, Plaza de Armas, Passeo Bandera, Museo Belas Artes e Torre Entel.
  • Ruas fofas: Paris com Londres, Rua Nueva York e Passeo Adriana Cousiño.
  • Barrios interessantes: Itália, Lastarria, Cités e Yungay.
  • Lugares diferentes: Museo a Cielo Abierto e Parque de diversão Fantasilandia.

Meu roteiro de 12 dias

Todo o roteiro dessa viagem foi criado em parceria com a Alfatur Chile. Eles me recomendaram os melhores passeios, os lugares imperdíveis para visitar e me ajudaram muito na construção desse guia completo sobre Santiago!

roteiro viagem chile julho

Dia 01 | Chegada a Santiago

08:55 Transfer até o Casa Zañartu
15:00 City Tour de carro (Parque Bicentenário) – $18.000

Dia 02 | Vinícola Undurraga

10:00 Câmbio na Rua Augustinas e visita ao Passeo Bandera
13:00 Almoço Pátio de Comida
14:00 Visita à Vinícola Undurraga – $35.000

Dia 03 | Parque Farellones

7:00 Dia de esqui e brincadeiras no Parque Farellones – $27.000 + $27.000 do ingresso

Dia 04 | Dia Livre

10:00 Caminhada pelo Centro de Santiago (Palacio de la Moneda, Plaza de Armas, Rua Nueva York, Rua Paris com Londres, Cerro Santa Lucia, Feirinha de Artesanato Santa Lucia)

Dia 05 | Valle Nevado e El Colorado

7:00 Passeio panorâmico ao Valle Nevado e El Colorado. – $27.000

Dia 06 | Viña del Mar y Valparaiso

8:20 Passeio Viña del Mar e Valparaíso – $ 32.000
19:30 Jantar no restaurante La Diana

Dia 07 | Dia livre

14:00 Provar o terremoto na Piojera
15:00 Parque Forestal e Museu de Belas Artes
17:30 Pôr do Sol e caminhada até a Pio Nono para tomar uma cerveja
22:00 Happy Ending Tour – Drinking and Dancing – $50.000

Dia 08 | Dia Livre

12:00 Dia de compras no Costanera Center e Dumbo
17:50 Pôr do Sol do Sky Costanera – $15.000

Dia 09 | Cajón del Maipo

6:00 Passeio Cajón del Maipo com coquetel durante o dia – $45.000

Dia 10 | Vinícola Santa Rita

14:00 Degustação na Vinícola Santa Rita – $45.000
19:30 Jantar Ocean’s Pacific

Dia 11 | Isla Negra + Pomaire

7:30 Passeio Undurraga + Pomaire + Isla Negra (Casa de Pablo Neruda opcional – $7.000) – $45.000
21:00 Jantar + Stand Up Café Palermo

Dia 12 | Walking Tour

10:00 Barrio Yungay
12:00 Almoço Mercado Central – Restaurante El Galeon
14:00 Barrio Lastarria
17.00 Cerro San Cristobal


Seguro viagem para esportes

Essa é uma dica MUITO para você que quer viajar com tranquilidade e praticar esportes de neve. Se você cair ou sofrer algum acidente, a maioria dos seguros (se não for especializado) não dá cobertura. Por isso, eu fiz o meu seguro na Seguros Promo e escolhi o plano AC 35 Inter com a Assist Card. Muita gente me perguntou sobre esse tópico e me senti muito segura para brincar na neve com esse plano!

Contrate seu Seguro Viagem com 5% de desconto + 5% pagando o boleto:

cupom desconto seguro viagem

Quanto custa ir para Santiago?

Apesar de ter sido uma viagem em parceria, a seguir, eu colocarei os preços (o total de 12 dias) de tudo o que eu fiz nessa viagem. Assim, acho que fica mais fácil saber quanto levar para a sua viagem, caso você queira fazer tudo o que eu fiz no meu roteiro.

  • Passeios*: R$ 2.259
  • Transfer aeroporto: R$ 339
  • Hospedagem (quarto duplo) Hotel Casa Zañartu : R$ 3.636
  • Seguro Viagem: R$ 63,54
  • Aluguel de roupas: R$ 235
  • Alimentação: R$ 1.300
  • Compras: R$ 50
  • Internet: R$ 18
  • Baladas: R$ 339
  • Transporte: R$ 80
  • Passagem aérea: R$ 650
    TOTAL = R$ 8.971,00 para 1 pessoa

*Esse valor dos passeios é o original. Todos os meus seguidores tem 10% de desconto em todos os passeios da Alfatur Chile! Basta dizer que viu no Prefiro Viajar.


Curiosidades & Dicas extras

  • Quase não existem carros velhos em Santiago. Isso porque pra circular o valor de manutenção exigido pelo governo é muito alta;
  • Em Santiago, os bombeiros são voluntários. São cidadãos comuns que recebem treinamento, mas não possuem um salário. Sempre que algum incêndio acontece eles são acionados, largam seus empregos e se reunem para ajudar;
  • Na sua bagagem você pode voltar com 6 garrafas de vinho e pode embarcar com 4 como mala de mão;
  • Vai pro frio? Use bastante protetor solar, labial e creme de corpo, o tempo é muito seco e a pela desidrata demais.

Descontos para sua viagem

  • Hospedagem:
  •  Booking
  •  AirBnB
  •  Hoteis.com
  • Voluntariados:
  •  Worldpackers
  • Chip internacional com desconto:
  •  América Chip 10% off
  • Passagens aéreas baratas:
  •  Passagens Promo
  • Aluguel de carro:
  •  Rent Cars
  • Passeios e Ingressos:
  •  Get Your Guide
Foto de Amanda Antunes
Olá, eu sou a Amanda Antunes .

Amanda Antunes

Olá! Eu sou Amanda. Sou publicitária, criativa e apaixonada por fotos e viagens. Ao todo foram 3 intercâmbios e 42 países visitados. São muitas histórias para contar, porque eu Prefiro Viajar!

Ver mais artigos desse autor

Deixe seu comentário

85 pessoas comentaram!
1 2 3 23

0
    0
    Carrinho
    Seu carrinho está vazio