No Brasil Pinto Bandeira Rio Grande do Sul

Vinícola e Pousada Don Giovanni: um lugar imperdível em Pinto Bandeira

Amanda Antunes
Escrito por Amanda Antunes

Provavelmente, quando você escuta falar das vinícolas da Serra Gaúcha você lembra daquele amigo que viajou para o Vale dos Vinhedos! Eu também era assim e por isso estou aqui, para contar para vocês sobre um lugar inesquecível que eu visitei em Pinto Bandeira, bem pertinho do Caminhos de Pedra.

Tudo começou ainda em Gramado, quando encontrei o Alexandre Godoy e comentei que eu iria a Bento Gonçalves. Ele disse que era de lá e que tinha uma visita imperdível para eu fazer, passou os meus contatos para um amigo e no mesmo dia eu já tinha recebido um convite super gentil para conhecer a Don Giovanni.

Depois de chegar a vinícola e pousada Don Giovanni eu entendi o porquê da recomendação! Com um toque familiar e muito requinte, logo de cara eu gostei da vinícola. Confirmando as minhas expectativas, eu fui super bem recebida pela enóloga Juliana que me explicou toda a história e funcionamento da Don Giovanni.

fabrica don giovanni

A história da Don Giovanni

Sabe o Conhaque Dreher? Então, até o final da década de 7o ele era produzido pela família, quando a marca foi vendida para uma multinacional. Entretanto, na década de 80, apenas 2 anos após a venda da marca, eles recompraram as terras e reconstruíram o negócio da família com o novo nome, agora Don Giovanni.

A vinícola conta hoje com 50 hectares de terras, sendo 17 delas plantadas e todas as suas uvas são próprias. Sendo as principais delas pinot noir e chardonnay. O carro chefe da Don Giovani é o espumante, seguido pelo vinho. Para vocês terem uma ideia, recentemente, eles ganharam o prêmio Grande Medalha de Ouro no concurso de espumante brasileiro! Quando ela falou eu já fiquei ansiosas pela degustação!

parreiras don giovanni

A família é apaixonada pelo local, como eu pude ver pessoalmente e existem famílias que moram e trabalham na propriedade.

A visitação

Seguindo a visitação, a Juliana me levou para conhecer a cave, onde me explicou o processo de produção dos espumantes seguindo o método Champenoise e eu vou tentar passar para vocês um pouco do que eu aprendi (risos). Então, vamos lá?

cave don giovanni
cave don giovanni lote115

Primeiro o vinho base é preparado e engarrafado, quando leveduras são adicionadas a ele para gerarem o gás carbônico e produzirem o gás do espumante. Esta fase dura em média 3 meses.

Em seguida, ele é encaminhado para as caves onde é iniciado o processo de maturação que pode durar de 12, 24, 36 e 70 meses que é o tempo de maturação do espumante produzido em homenagem aos 70 anos da Dona Bita, mãe da Paola, Fábia e André que são os proprietários da Don Giovanni. O espumante tem uma embalagem liiinda e todos eles são acompanhados de um cartão assinado a mão pela própria Dona Bita.

dona bita don giovanni

Após a maturação, inicia-se um processo manual de rémuage, onde as garrafas são colocadas de cabeça para baixo e giradas diariamente. Após todas as leveduras estarem concentradas no bico da garrafa, o gargalo é congelado para a sua retirada e adição ou não do “licor de expedição” que dará a identidade ao espumante!

levedura

Levedura após o engarrafamento

maturacao

Levedura durante a maturação

remuage

Levedura durante a rémuage

Um ponto que a Juliana fez questão de ressaltar era que apenas em safras muito boas que a Don Giovanni produz vinho, por isso 90% da sua produção é de espumantes com uma capacidade de produção anual de 120 mil garrafas.

A degustação

Essa, foi sem dúvidas a parte mais gostosa. Eu como iniciante no mundo dos vinhos e espumantes, fiquei impressionada com as bebidas que eu experimentei. Durante a degustação eu provei os seguintes espumantes: Rose Brut, Stravaganzza Brut (vencedor do concurso de espumantes do Brasil), Don Giovanni Brut e o Don Givanni Nature (sem a adição de licor de expedição).

espumantes don giovanni

Eu adorei todos, mas devo confessar que o Rose além de lindo é DELICIOSO! Adorei e soube que ele é muito popular em casamentos, as fotos ficam lindas!

rose-brut-don-giovanni
rose-don-giovanni

A Don Giovanni possui ainda um local reservado para cursos! Qualquer pessoa pode reservar o local com um grupo para aprender sobre vinhos e espumantes com os enólogos da casa. Legal, né?

curso de vinhos don giovanni

A Pousada Don Giovanni

O casarão da propriedade, é hoje uma pousada, utilizada também para casamentos e comemorações. Hoje a pousada possui 7 apartamentos e a pintura de cada quarto é assinada por um artista diferente amigo da Dona Bita, um deles é do artista plástico Victor Hugo. Eu não pude visitar porque todos os quartos estavam ocupados, mas na real esse foi só mais um motivo para eu voltar a visitar a Don Giovanni (risos)!

Veja também: Faça uma cotação para se hospedar na Don Giovanni!

Além disso, a pousada conta com um restaurante na parte inferior. O prato principal é um risoto (com arroz branco) de alcachofras, todas produzidas na propriedade. O segundo prato é um frango com uva passas e batatas no alecrim harmonizados pela própria Juliana! Ela disse que é um jantar maravilhoso e eu fiquei só babando.

restaurante pousada don giovanni
A Dona Bita, proprietária da Don Giovanni, faz um trabalho incrível na vinícola e na pousada. Ela teve galeria de arte por muitos anos e você consegue ver o cuidado com os detalhes claramente reproduzido nos ambientes da Don Giovanni.

decoracao pousada don giovanni

Tinha uma guirlanda liinda feita pela própria Dona Bita com rolhas da Don Giovanni que eu gostei tanto que ela me deu de presente!

entrada don giovanni

Assim que cheguei na vinícola, eu me deparei com uma obra de arte de madeira enorme que reproduz a imagem de uma mulher. Depois de conversar com a Dona Bita, descobri que a escultura foi feita a partir de um tronco de cangirana que estava há mais de 16 anos na propriedade da família! Irado, né?

estatua don giovanni

Curiosidades

A Juliana me explicou que a madeira das barricas ajudam na polimerização dos taninos, fazendo com que o vinho fique mais agradável ao paladar. Entretanto, ela também explicou que a madeira pode mascarar muito vinhos de baixa qualidade, fazendo tradicionais “chá de barricas”.  Por isso eles fogem um pouco disso. Os vinhos da Don Giovanni passam sim por barrica, mas de um jeito bastante sutil, porque eles acreditam na estrutura e na identidade do vinho.

vinhos don giovanni

Um detalhe que achei legal é que eles possuem uma parceria bem bacana com a EMPRABA Uva e Vinho, uma das estações meteorológicas da região de Pinto Bandeira fica dentro da propriedade. Além disso eles tem uma iniciativa que achei irada, eles já fazem testes que eles para produção de uvas biodinâmicas, ou seja, sem a utilização de defensivos e fertilizantes.

Como chegar a Don Giovanni?

O caminho até a Don Giovanni é bem simples. Quem estiver vindo dos Caminhos de Pedra como eu, deve seguir a placa rumo a Pinto Bandeira e ficar atento a uma placa do lado direito que indica a entrada da vinícola! Não tem erro!

Horários para visitação

De segunda à sexta a visitação ocorre de 9 às 11:30 e de 13 às 16h, sábado é de 9 às 17:30h e domingo e feriados de 9 às 13h. E, para garantir a sua visita, você pode ligar ou entrar em contato com a Don Giovanni através do site dongiovanni.com.br .

Sobre o autor

Amanda Antunes

Amanda Antunes

Olá! Eu sou Amanda. Sou publicitária, criativa e apaixonada por fotos e viagens. Ao todo foram 3 intercâmbios e 24 países visitados. São muitas histórias para contar, porque eu Prefiro Viajar!

Deixe um comentário