Lençóis Maranhenses Maranhão No Brasil Nordeste Roteiro de viagem

Guia COMPLETO dos Lençois Maranhenses: o que fazer, quando ir, roteiro, dicas e muito mais!

lencois maranhenses
Amanda Antunes
Escrito por Amanda Antunes

Quem me segue no Instagram (@prefiroviajar), acompanhou todos os detalhes da minha viagem de 7 dias pelos famosos Lençóis Maranhenses. Eu passei por Barreirinhas e Santo Amaro e de quebra ainda dei uma voltinha em São Luis!

Nesse artigo você vai ler sobre:


Sobre a viagem e os Lençóis Maranhenses

Tudo começou em junho de 2018, quando eu encontrei uma promoção de passagem aérea Rio de Janeiro – São Luis por apenas R$ 350 ida e volta. Sempre quis conhecer os famosos Lençóis Maranhenses e finalmente, tinha chegado a minha hora! Procurei bastante sobre o que fazer, pedi muitas dicas dos meus seguidores e foi quando conheci a Caetes Turismo que foi a agência apoiadora da viagem e de todas as dicas que vou compartilhar com vocês.

lagoa tropical atins

Lagoa Tropical, Atins

Sobre os Lençóis Maranhenses

Conhecido como um dos destinos turísticos mais famosos do Maranhão, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses foi criado em 1981 com uma área de mais de 150 mil hectares. As famosas dunas de areia deram origem ao nome “Lençóis” e suas lagoas são formadas pelo acúmulo de água das chuvas e dos lençóis freáticos.

Vale lembrar que o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses corta 4 municípios de Humberto de Campos, Primeira Cruz, Santo Amaro e Barreirinhas, sendo o último o mais queridinho e com mais estrutura para os turistas.


Santo Amaro x Barreirinhas x Atins

A primeira coisa que aprendi foi que existem alguns lugares lindos para serem visitados da região, sendo os principais deles Atins, Barreirinhas e Santo Amaro. A seguir, vou tentar explicar pra vocês um pouquinho do que aprendi sobre elas!

santo amaro barreirinhas e atins

Santo Amaro

Santo Amaro é uma cidade de apenas 10 mil habitantes. O turismo por lá é mais recente, começou mais força em 2009, mas tem apenas 5 meses que a estrada foi asfaltada e o acesso ficou bem mais fácil. Agora você encontra 34km de asfalto e 2km de areia e travessia do rio.

Ponto forte: possui lagoas maiores, menos turistas e aqui o carro pode andar pelas dunas nos arredores do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, ou seja, é um destino mais indicado para pessoas que não queiram andar muito para acessar às dunas e as lagoas.

Ponto fraco: tem menos infraestrutura do que Barreirinhas. A internet que funciona é apenas Claro e a conexão é bem lenta. Os restaurantes e as pousadas são bem simples e a cidade ainda está se preparando para receber os turistas.

Barreirinhas

Já Barreirinhas, foi a primeira cidade a receber os turistas interessados em conhecer os famosos Lençóis Maranhenses. Hoje a sua população já chega aos 68 mil habitantes e lá, é de longe, o local que oferece mais estrutura pra seus visitantes. Restaurantes, lojinhas e muitas opções de passeios.

Ponto forte: é uma opção bacana pra quem tem pouco tempo e quer conhecer Atins e fazer os principais passeios. De Barreirinhas, você consegue ver o Rio Preguiça, a praia e as lagoas, sem falar que o acesso até lá é feito 100% de ônibus.

Ponto fraco: é um lugar mais urbanizado e mais agitado. Apesar de estar mais preparado para o turista, achei os passeios um pouco mais demorados e para chegar nos locais você precisa ter um pouco mais de tempo e caminhar um pouco mais.

Atins

Tem mais europeus e eles levaram o kitesurf para as lagoas. É um povoado que foi criado em função do encontro do Rio Preguiça, do Mar e das piscinas que se formam algumas piscinas.

Apesar de ter apenas umas 200 famílias e ser a menor das três, lá você encontra as melhores pousadas como a Pousada Oceano Atins, Pousada do Racho e Vila Guarás. São pousadas de frente pra o mar e delas 90% são chales de madeira.

Em Atins, não funciona celular e você precisa levar dinheiro. É, definitivamente, um lugar para quem quer descansar, desconectar e curtir bem a natureza.

Ponto forte: excelente lugar para desconectar e colocar o pé na areia. É um local muito bom para praticar kitesurf e tem pousadas administradas por europeus que oferecem uma excelente infraestrutura.

Ponto fraco: em Atins, não funciona celular e você precisa levar dinheiro em espécie (nem sempre o cartão funciona). As opções de passeios são um pouco menores e oferece menos infraestrutura comparada às demais cidades.


Como chegar

A maneira mais fácil de chegar nos Lençóis Maranhenses é de avião. O aeroporto mais próximo de Atins, Barreirinhas e Santo Amaro é o Aeroporto Internacional de São Luis. Empresas como Latam e Gol possuem voos diários e diretos saindo do Rio de Janeiro e São Paulo!

Uma vez em São Luis, você tem algumas opções para chegar até o seu destino final. A seguir eu listei algumas delas que podem te ajudar:

São Luís
Como eu cheguei em São Luis de madrugada e o meu pacote só começou no dia seguinte, o transfer da Caetes Turismo já estava me esperando no aeroporto para me deixar no hotel. No Aeroporto de São Luís, você também consegue pegar Uber na parte do embarque.
Santo Amaro
estrada para santo amaro maranhao

Nova estrada para Santo Amaro

De transfer:
Como eu optei por fazer tudo com a Caetes Turismo, a van passou no hotel em São Luis por volta das 7:50 da manhã para me levar até o ponto de encontro. De lá nós pegamos um ônibus grande e seguimos até o povoado de Sangue numa viagem de cerca de 3 horas.

De carro:
Se você quiser alugar um carro, pode fazer isso no próprio aeroporto e já seguir viagem rumo ao seu destino final. Em Santo Amaro, agora tem uma estrada de asfalto e quando começa a parte de areia você pode pagar o estacionamento que custa R$ 10 a diária. Lá você deixa o seu carro e eles te levam até Santo Amaro sem cobrar nada a mais por isso!

De ônibus:
Existem também ônibus até o povoado de Sangue que partem de São Luís por cerca de R$ 20 e que parte de Barreirinhas por R$ 7. De Sangue, você vai precisar pegar um carro 4×4 ou uma jardineira, o valor do carro que cabe até 4 pessoas costuma ser de R$ 300.

De van:
Existe uma van que vai direto de São Luís para Santo Amaro que custa R$ 70 por pessoa, mas eu não consegui mais informações para compartilhar com vocês.

Barreirinhas

De transfer:
Como eu estava em Santo Amaro, o carro da Caetes Turismo fez também o meu traslado até barreirinhas. Foi uma viagem tranquila de 1:30 e essa opção é bem confortável. Se você estiver indo de São Luís o transfer com eles está saindo R$ 88 por pessoa.

De carro:
Se você alugar um carro em São Luís, pode dirigir até Barreirinhas. Mas não acho essa a melhor opção, já que para fazer os passeios você terá que contratar pacotes já que o acesso costuma ser feito de barco ou 4×4.

De ônibus:
De São Luís para Barreirinhas, você pode contratar o ônibus da Cisne Branco que faz o trajeto 4 vezes ao dia por R$ 51.

Atins

De transfer:
Para chegar em Atins, você vai precisar de um carro 4×4 ou uma jardineira. O trajeto é todo em areia e o caminho não é bem sinalizado. Confesso que para essa rota acho essencial a ajuda de uma agência!

De voadeira:
Você pode aproveitar o passeio de voadeira pelo Rio Preguiças até Caburé e Mandacaru, para ficar já em Atins. A Caetes Turismo organiza essa opção para vários viajantes e acho bem legal juntar um dia de passeios com a sua ida para Atins!


Quando ir?

No geral, os Lençóis Maranhenses você encontra 6 meses de chuva e 6 meses de seca. Entender melhor a época de alagamento e seca é essencial na hora de planejar a sua viagem. Se você planeja conhecer as famosas lagoas deve ir entre os meses de abril a setembro. Eu escolhi agosto, pois costuma ser quando as lagoas ainda estão cheias e exuberantes! Não tem erro!

Ah! Maio, junho e julho é o período que venta menos. Já entre agosto e novembro venta bastante. Em dezembro começa a chuva.

Atenção: todos os anos a temporada de chuvas tem variado, por isso, quando for planejar a sua viagem, aconselho que entre em contato com a Caetes Turismo para saber direitinho qual o nível das lagoas!


Meu roteiro resumido

Essa foi a melhor parte de fechar com a Caetes Turismo. O pacote deles é super completo e inclui as principais atrações. Como eu tinha 6 dias, eu fechei o pacote Lençóis Maranhenses e Santo Amaro, de 5 noites e 6 dias. Se liga como ficou o meu roteiro de viagem:

por do sol lencois maranhenses

Pôr do sol m Santo Amaro

Dia 1: Traslado de São Luís para Santo Amaro + Passeio Lagoa da Gaivota e Andorinha
Dia 2: Santo Amaro – Passeio Lagoas Betânia / Rio Alegre

Dia 3: Traslado Santo Amaro / Barreirinhas + Passeio Circuito Lagoa Azul

Dia 4: Barreirinhas – Passeio Rio Preguiças (Vassouras, Mandacaru e Caburé)

Dia 5: Barreirinhas – Circuito Lagoas do Atins (Atins e Canto do Atins)

Dia 6: Barreirinhas – Passeio de flutuação Rio Formiga + Traslado Barreirinhas / São Luís

Clique aqui para fazer a cotação do meu roteiro completo!


Lugares e passeios imperdíveis

passeios lencois maranhenses

Carro da Caetes Turismo que realiza os passeios.

Uma coisa que me deixou impressionada foi a quantidade de passeios que você pode fazer e qualquer um dos lugares que você escolher para ser a sua base. A seguir, eu listei alguns deles e, com certeza, você vai achar mais opções quando estiver por lá.

Lagoa da Gaivota e Andorinha
Esse é um passeio muito legal para fazer partindo de Santo Amaro. Ele tem duração de meio dia (começando a partir das 15:00) e é todo feito em um veículo 4×4. Você anda pelas dunas de carro em direção à Lagoa da Gaivota e da Andorinha. Tem paradas para caminhadas e banho. Ao fim do dia você sobe até uma duna bem alta para curtir o pôr do sol inesquecível dos Lençóis Maranhenses.

Saída: Santo Amaro
Valor: O valor deve ser solicitado junto a Caetes turismo, pois esse passeio eu fiz junto com o meu roteiro personalizado, ele não é feito separadamente a não ser que seja contratado de modo privativo.

Lagoa e Povoado da Betânia + Navegação de Rabeta pelo Rio Alegre

Por volta das 09:00 da manhã, o carro 4×4 da Caetes Turismo passou no hotel e nós seguimos para o povoado de Betânia (18km, 40min, estrada de areia) em um veículo 4×4. A primeira parada foi feita na Lagoa Betânia, nadamos em algumas lagoas e seguimos rumo ao Povoado de Betânia. Para chegar até lá, nós tivemos que pegar um barco local chamado de Rabeta e navegamos cerca de 10 minutos pelas aguas escuras do rio. No povoado, tivemos tempo livre para banho, fotos e almoços (não incluso no passeio). O prato feito estava custando R$ 35 por pessoa.

Saída: Santo Amaro
Valor: O valor deve ser solicitado junto a Caetes turismo, pois esse passeio eu fiz junto com o meu roteiro personalizado, ele não é feito separadamente a não ser que seja contratado de modo privativo.

Circuito Lagoa Azul
O passeio começa por volta das 09:00 também em veículo 4×4. Até o Grandes Lençóis e visita ao circuito Lagoa Azul.

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (PNLM) é um paraíso ecológico com 155 mil hectares de dunas, rios, lagoas e manguezais. O Circuito Lagoa Azul (Inclui: Lagoa Azul, dos Peixes, da Preguiça, da Esmeralda e da Paz), Todas as lagoas são conhecidas por suas singularidades de cores e formatos. As lagoas a serem visitadas são decididas pelo guia local de acordo com as melhores lagoas da época para se visitar.

Saída:
Barreirinhas
Valor: R$ 85

Passeio de voadeira pelo Rio Preguiças (Vassouras, Mandacaru e Caburé)

Pela manhã saímos da cidade de Barreirinhas navegando pelo Rio Preguiças em direção a Península de Caburé que fica situada entre o Rio Preguiças e o Oceano Atlântico. A nossa primeira parada foi em Vassouras onde tem os Pequenos Lençóis. Lá nós ficamos uns 50 minutos e caminhamos pelas dunas, tiramos fotos e brincamos um pouquinho com os macacos pregos que ficam na região.

Depois seguimos Rio abaixo até o povoado de Mandacaru onde está localizado o Farol. A visita é gratuita e lá de cima é possível ter uma visão privilegiada de quase toda a região. Dá para ver as dunas, o Rio, sua foz, o oceano e a vegetação típica.

Após a visita ao Farol seguimos com a lancha até a praia do Caburé. Resolvemos almoçar por lá e a refeição saiu cerca de R$ 45 por pessoa. Os restaurantes servem ótimos pratos de frutos do mar e depois você tem um tempo livre para andar pela praia, descansar nas redes ou nadar no Rio Preguiças.

Dica: por mais R$ 35 você pode aproveitar o passeio para já ficar em Atins.

Saída: Barreirinhas (saída: 8:30/ retorno: 15h)
Valor: R$ 90

Circuito Lagoas do Atins (Atins e Canto do Atins)

Esse passeio foi um dos que eu mais gostei. Saímos bem cedinho de Barreirinhas e pegamos um carro até Atins. Fizemos uma parada super legal na Lagoa Tropical que foi a mais azul que eu visitei e seguimos rumo ao Rio Preguiças. Lá fomos bem perto do encontro do Rio com o mar e vimos a galera praticar KiteSurf. É legal que nessa parte tem um ponto de apoio para quem quiser fazer um lanche ou bebr alguma coisa.

Depois seguimos para o Canto do Atins, onde fizemos uma caminhada pela praia e depois seguimos para comer n Restaurante do Sr. Antônio, onde tem o melhor camarão que eu já comi na vida.

Saída: Barreirinhas
Valor: R$ 125

Flutuação Cardosa
Esse é um passeio diferente. Você não irá ver dunas ou lagoas e sim, irá flutuar pelo Rio Formigas no Povoado de Cardosa. O povoado fica na zona rual de Barreirinhas a uns 25 km do centro e o acesso é todo feito em carro 4×4.

Um guia da comunidade local nos recebeu e nos acompanhou durante o percurso de 1 hora. O rio é bem calmo, a água é clarinha e são 2km de descida. A melhor parte do passeio foi o peixe e o aipim frito que é vendido no final do passeio. Vale muito a pena provar os quitutes que são vendido por lá, além de ser gostoso é bem barato. O peixe com o aipim frito, por exemplo, custava R$ 15,

Saída: Barreirinhas
Valor: R$ 80

Mais passeios
  • Lagoa Azul + Lagoa Bonita: R$ 150
  • Sobrevoo pelos Lençóis Maranhenses: R$ 360
  • Visita cultural povoado Tapuio (casa de farinha) e Marcelino (artesanato): R$ 128
  • Passeio de quadriciclo (pode ser contratado em vários pontos turísticos)
  • Revoada dos guarás e encontro do rio com o mar

Onde ficar?

São Luís

Em São Luis, eu escolhi ficar em dois lugares diferentes. Quando cheguei, apenas dormi em um hotel super simples perto e próximo ao aeroporto o Boulevard Park Hotel. Como cheguei tarde, procurei ficar perto para conseguir dormir um pouco mais! No meu retorno, escolhi ficar no bairro Calhau, no Litorânea Praia Hotel que também está no AirBnb,.

Economize: Ganhe R$ 130 de desconto na sua primeira reserva no AirBnb.

Barreirinhas

Em Barreirinhas, você irá encontrar muitas pousadas simples. E, acho que esse é o charme da região. Eu escolhi ficar na Pousada Isabella, mas boas opções também são Pousada do Buriti, Pousada Orla Nautica e Porto Preguiças Resort.

Santo Amaro

Nas duas noites que eu fiquei hospedada em Santo Amaro, eu fiquei na Pousada Boa Vista. O café da manhã é bom, o quarto simples, mas a internet não funcionou muito bem. Outras opções legais são: Pousada Rancho das Dunas e Pousada Água Doce.

Atins

Quando o assunto é hospedagem, Atins tem uma variedade de pousadas incrível. Com muitos proprietários europeus, por lá você encontra pousadas de luxo como a Pousada Cajueiro de AtinsLa Ferme De Georges e Vila Guará.


Onde comer?

Barreirinhas

O centro de barreirinhas tem restaurantes muito gostosos e que cabem em todos os orçamentos. Se você gosta de frutos do mar, precisa conhecer o restaurante A Canoa, tem um arroz de cuxá com frutos do mar delicioso. Agora se você quer economizar, trate de provar o famoso cachorro quente do Janio! Tem todos os tipos de hot dog, com carne moída, purê de batata e muito mais.

Santo Amaro

Em Santo Amaro, os restaurantes são mais simples. Para o almoço, eu optei por comer um prato feito de R$ 20 no Restaurante Sol de Amaro, inclusive esse foi o único restaurante que estava aberto na parte da tarde para comer uma tapioca com café. Outra boa pedida é o peixe do Restaurante Terra Brasil. É super bem servido e lá foi o melhor lugar para usar a internet, o wifi é ótimo.

Atins

Quer comer o melhor camarão da sua vida? Então, você precisa provar o camarão grelhado do Restaurante do Sr. Antônio. O preço do prato para duas pessoas é R$ 98, mas acho que pode ser divido para até 3 pessoas. Algumas pessoas recomendaram o camarão da Sra. Luzia que fica ao lado, mas


Quanto custa?

Eu sempre achei que viajar para os Lençóis Maranhenses seria algo muito caro, mas a seguir irei listar todos os meu gastos para vocês terem uma noção de preço e tirarem as suas próprias conclusões. Lembrando que eu viajei com uma amiga e nós dividimos por dois quase todos os gastos durante os 7 dias de viagem:

Voo: R$ 360,00
+ Alimentação: R$ 400,00
+ Pacote Caetes Turismo (com traslado de São Luís): R$ 1.308,00
+ Hospedagem: R$ 771,50
+ Traslado aeroporto (ida e volta):
R$ 140
+ Compras: R$ 50
————————-
TOTAL DE GASTOS = R$ 3.029,50 por pessoa

Dica: A Caetes Turismo tem um pacote incluindo Passeios, Traslado e Hospedagem, ou seja, você se preocupa apenas com a sua alimentação. Esse roteiro que eu fiz, por exemplo, sai a partir de R$ 1830,00 por pessoa. Entre em contato com eles para saber mais!


Vale a pena ir com agência?

Como eu não tenho carteira de motorista, eu achei ótimo viajar com uma agência de turismo. A Caetes fechou o meu roteiro antes da minha chegada e foi ótimo já saber o que eu iria fazer todos os dias, ter todos os traslados e não precisar andar muito pra cima e pra baixo com a mala e os meus equipamentos.

Um ponto muito legal foi que durante a viagem eu decidi ficar mais uma noite para conhecer Atins e acrescentei mais um passeio. Não tive o menor problema em negociar a alteração com eles e foi super tranquilo ficar mais um dia para aproveitar melhor os Lençóis Maranhenses!

Amandinha, mas dá para fazer tudo por conta própria? Dá sim! Mas você precisará de um pouco mais de organização para planejar a viagem e contratar apenas os passeios.


Mais dicas e curiosidades

  • Quer usar internet nos Lençóis Maranhenses? As melhores operadoras são Oi e Claro (sendo a claro a melhor delas);
  • Tem mais tempo? Faça a Rota das Emoções até Jericoacoara dizem que é uma viagem inesquecível;
  • Use bastante protetor solar, sugiro de 50 para cima. O sol é muito quente e o vento disfarça o calor;
  • Durante toda a viagem você vai utilizar shorts e roupas bem leves, não exagere na mala;
  • Se você utiliza lentes de contato, sugerimos que leve os seus óculos para fazer os passeios nas dunas (o vento forte pode causar desconforto);
  • Na cidade não existem caixas 24hs, apenas em Barreirinhas você encontra as seguintes agências bancárias: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica e Banco do Nordeste;
  • A energia no Maranhão é 220v.

 Você curte as minhas dicas? Então já segue o @prefiroviajar no Instagram pra acompanhar as minhas viagens em tempo real! 

VAI VIAJAR? ENTÃO RESERVE AQUI!

Você sabia que quando você faz uma reserva com um link aqui no blog, nós ganhamos uma pequena comissão? Você não é taxado a mais por isso e ainda ajuda o Prefiro Viajar a produzir mais artigos de qualidade! Então, bora reservar?

Passeios e ingressos: TourOn e Get Your Guide
Hospedagem: BookingAirBnB e Hoteis.com
 Seguro viagem: Real Seguro e Seguros Promo
 Passagens aéreas baratas: Passagens Promo , Voopter e Decolar.com
 Aluguel de carro: Rent Cars e ReserveCar
 Dinheiro pro exterior: Transferwise

Sobre o autor

Amanda Antunes

Amanda Antunes

Olá! Eu sou Amanda. Sou publicitária, criativa e apaixonada por fotos e viagens. Ao todo foram 3 intercâmbios e 24 países visitados. São muitas histórias para contar, porque eu Prefiro Viajar!

1 comentário

Deixe um comentário