Ásia Bangkok Roteiro de viagem Tailândia

Roteiro de Bangkok: o que fazer em 4 dias?

roteiro bangkok 4 dias
Thais Guisard
Escrito por Thais Guisard

Apesar de Bangkok ter sido a cidade mais visitada do mundo em 2017, ela costuma ser subestimada pela maioria dos turistas que a utilizam apenas como porta de entrada para o sudeste asiático e não costumam gastar mais do que 2 dias na capital Tailandesa.

À primeira vista, Bangkok pode ser chocante com sua quantidade absurda de vendedores ambulantes, com os diferentes cheiros da comida de rua que se misturam e com os motoristas de tuk tuk que parecem dirigir loucamente

Mas ela é na realidade vibrante, multicultural, surpreendente e com certeza vale alguns dias a mais no seu roteiro. Estive lá em novembro de 2017 e aqui vão algumas dicas do que você não pode perder.

Dia 1

1 dia em bangkok

Roteiro dia 1

Grand Palace

Apesar de não ser mais utilizado como residência real, o Grand Palace é a principal atração de
Bangkok, e se você tiver apenas um ou dois dias na cidade esse é um daqueles locais que você
TEM que conhecer. O local é enorme e com uma riqueza de detalhes surpreendente.

grand palace bangkok

Grand Palace, Bangkok

Pela manhã, coloque uma roupa que cubra os ombros e os joelho e pegue um Tuk Tuk para o Grand Palace. Para nós brasileiros chega a ser um pouco difícil entender a adoração dos tailandeses pela família real. Em todo hotel, restaurante, loja ou casa que passei havia uma imagem do rei.

wat phra kaew bangkok

Reserve algumas horas para apreciá-lo e quando estiver no complexo não deixe de visitar o Wat Phra Kaew, um templo que fica ao lado do Palácio Real; é lá que está o famoso Buda de Esmeralda, que na verdade é feito de Jade. Este templo é utilizado pela família Real, sendo que só o rei pode tocar o Buda Esmeralda e trocar suas roupas.

Importante: no Wat Phra Kaew não é permitido fotografar e, como nos outros templos, é necessário tirar o sapato para entrar.

Preço do Ingresso: 500 Bath

What Pho

Saindo do Grand Palace caminhe cerca de 10 minutos até o What Pho que é um dos templos mais famosos da Tailândia. Lá você encontrará a estátua do Buda Reclinado, uma estátua de 43 metros de comprimento.

wat pho bangkok

Wat Pho, Bangkok

Preço do Ingresso: 200 Bath

What Arun

Assim quer terminar sua visita ao What Pho, caminhe até o final do Thai Wang Alley, até o terminal de balsas. A passagem custa 3 Bath e em menos de 5 minutos você desembarca na frente do What Arun, um dos cartões postais da cidade.

wat arun bangkok

Wat Arun, Bangkok

Todo coberto de porcelana pintada a mão e com arquitetura cambojana, o templo que também é conhecido como Templo do Amanhecer é diferente da maioria dos outros encontrados na cidade. Foi um dos templos mais vazios que nós visitamos.

Khao San Road

Depois de um dia todo andando no calor da Tailândia, siga para a Khao San Road, faça uma
massagem nos pés e curta a noite na região.

Leia também
Sala Rim Naam: cozinha tailandesa e o melhor show de dança de Bangkok
24 coisas que você deve saber antes de viajar para Tailândia
O que levar na mala para Tailândia e países do sudeste asiático?

Dia 02

Ayutthaya

Ayutthaya foi fundada em 1350 e por 400 anos foi a capital da Tailândia, por sua localização estratégica se tornou um grande centro comercial e em 1700 figurou entre as cidades mais populosas do mundo até que foi invadida e saqueada pelos birmaneses.

ayutthaya

Ayutthaya

As principais maneiras de chegar em Ayutthaya são:
– Trem local
– Negociar com um motorista de taxi o dia de passeio
– Fechar o tour com uma agência local

Para ter um pouco mais de conforto nós utilizamos a terceira opção e fechamos o passeio com a Experiência Tailândia, uma agência especializada em brasileiros e que tem guias que falam português. O tour compartilhado custou U$ 65,00.

Hoje em dia suas ruínas estão abertas à visitação, e além de lindos, seus templos contam uma importante história do país.

Asiatique

De volta a Bangkok, uma boa opção para jantar e terminar a noite é o Asiatique, um mercado noturno situado nas margens no rio Chao Phraya. Bem diferente dos mercados noturnos de rua, que são cheios de barraquinhas, o Asiatique tem um ar mais gourmet e turístico. Cheio de bons restaurantes e lojinhas de produtos tailandeses.

asiatique bangkok

Rio Chao Phraya

Nós comemos no Happy Fish que tem opções de comida Tailandesa e também de comida ocidental. É um ótimo lugar para quando se está em grupo e cada um quer comer uma coisa diferente.

A melhor maneira de chegar lá é pegar o Sky Train até a estação Saphan Taksin e de lá pegar os barcos gratuitos que levam para o Asiatique.

Dia 03

Mercado do Trem de Maeklong

Eu já tinha visto vários vídeos na internet sobre a “feira” que é montada ao longo da linha do trem e sabia que esse era um lugar que eu precisava visitar quando estivesse em Bangkok. O ideal é chegar lá um pouco antes do trem passar, porque a graça é ver como tudo acontece junto.

mercado do tem de maeklong

Mercado do Trem de Maeklong

A feira está lá funcionando a todo vapor, de repente as pessoas começam a recolher os toldos e todo mundo se afasta para o trem passar, algo que dura pouco mais de um minuto, após isso a vida segue normalmente e a circulação no mercado volta ao normal formando aquela “bagunça organizada”.

maeklong bangkok

Para garantir que não vai perder o horário do trem, eu recomendo contratar um tour com alguma agência local. A maior parte das agencias vende um tour que inclui a visita aos dois mercados (do trem e flutuante), mas caso você opte por ir por conta própria, pode negociar o preço com um taxista.

Como nós temos um grande interesse em sempre conhecer um pouco mais sobre a culinária local, esse foi um passeio que a gente AMOU, lá foi possível ver bastante dos produtos produzidos e consumidos localmente, inclusive aproveitamos para comprar algumas coisinhas para trazer para o Brasil como açúcar de coco, açafrão e outros temperos.

Damnoen Saduak

O mercado flutuante visitado costuma ser o de Damnoen Saduak que se localiza há cerca de 100 Km de Bangkok. Esse mercado possui uma história riquíssima: existe há mais de 100 anos e nos abre uma janela para vivenciar a maneira que o comércio local era realizado na Tailândia tradicional, o que por si só já vale a experiência.

damnoen saduak mercado flutuante

Damnoen Saduak

Porém, confesso que fiquei com a impressão de que, com o tempo, se tornou apenas um local para turista ver. A maior parte das barracas vende lembrancinhas genéricas da Tailândia, que poderiam ter sido compradas em outro lugar pela metade do preço. Se você gosta desse tipo de passeio, Damnoen Saduak vai ser uma ótima escolha para você.

cupom desconto seguro viagem

Dia 04

Chatuchak Market

Mesmo se você for daqueles que não costuma fazer compras quando viaja duvido que não goste do Chatuchak Market. Bem menos turístico do que os outros lugares que o mencionei acima, este é um passeio que merece no mínimo uma tarde toda.

chatuchak market bangkok

Chatuchak Market, Bangkok

Como mais de 1500 barraquinhas o Chatuchak é o maior mercado de final de semana do mundo. Ao longo de dezenas de estreitos corredores é possível encontrar de tudo um pouco, objetos de decoração, roupas, comida, massagem.

Aberto apenas aos finais de semana ele funciona das 9 às 18h e a melhor maneira de chegar lá é pegar o sky train até a estação Mo Chit.

Sirocco

Após passar o dia se perdendo pelos estreitos corredores do Chatuchak aproveite a noite no Sirocco, o famoso sky bar que aparece no filme Se beber não case 2. Ele fica no 63o andar do hotel Lebua, em uma das melhores regiões para se hospedar na cidade.

Mas caso seu hotel seja um pouco longe, você pode pegar um taxi ou uber (que funciona super bem em Bangkok) ou ir de sky train até a estação Surasak e caminhar uns 15 minutos da estação até o hotel.

Importante: O sirocco tem “dress code” então não vá de bermuda ou chinelo.

Quanto tempo ficar em Bangkok?

Viu quanta coisa legal tem para fazer em Bangkok? Eu recomendo pelo menos 4 dias para conseguir ver com calma os principais atrativos da cidade!

Quando ir à Bangkok?

A melhor época para visitar Bangkok é no período da seca que vai de novembro à abril. Mas lembre de beber bastante água e usar roupas leves, pois o calor é intenso, principalmente, nos templos!

Mais dicas de Bangkok

 Você curte as minhas dicas? Então já segue o @prefiroviajar no Instagram pra acompanhar as minhas viagens em tempo real! 

VAI VIAJAR? ENTÃO RESERVE AQUI!

Você sabia que quando você faz uma reserva com um link aqui no blog, nós ganhamos uma pequena comissão? Você não é taxado a mais por isso e ainda ajuda o Prefiro Viajar a produzir mais artigos de qualidade! Então, bora reservar?

Passeios e ingressos: TourOn e Get Your Guide
Hospedagem: BookingAirBnB e Hoteis.com
 Seguro viagem: Real Seguro e Seguros Promo
 Passagens aéreas baratas: Passagens Promo , Voopter e Decolar.com
 Aluguel de carro: Rent Cars e ReserveCar
 Dinheiro pro exterior: Transferwise

Sobre o autor

Thais Guisard

Thais Guisard

Thais Guisard, nutricionista, apaixonada por viagens, sempre que possível parte em busca de novas paisagens e novos sabores.

Deixe um comentário